04 janeiro 2017

Sporting ainda não pagou à Doyen e os juros aumentam a cada dia. Fundo está tranquilo. Sporting entende que UEFA é responsável; Pedro Madeira Rodrigues diz que modelo de BdC está esgotado e admite reatar relações com os rivais; FC Porto faz forte ataque à arbitragem e promete lutar todos os dias para "desmascarar todo este polvo que criou um monstro em que árbitros sem experiência, sem provas dadas, são transformados em internacionais proveta"

A SAD do Sporting, garante O Jogo, ainda não efetuou o pagamento de 15,6 milhões de euros, acrescidos de juros, à Doyen Sports, na sequência da condenação ratificada pelo Tribunal Federal Suíço (TFS), no âmbito do caso Marcos Rojo. A decisão irrevogável surgiu no passado dia 15 de dezembro por parte do TFS, sendo que o caso abrange igualmente os direitos em torno do acordo que vigorava com Labyad.
Contactada pelo diário, fonte da Doyen Sports manifestou conforto pela situação, pois pode acionar a penhora das verbas retidas na UEFA através de um tribunal de Nyon, já que o organismo congelou uma verba superior aos prémios de participação do Sporting na Liga dos Campeões da presente temporada. Tal procedimento ficou a dever-se ao reconhecimento das sentenças do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) e do TFS. A Doyen, acrescenta a mesma fonte oficial, por enquanto aguardará o pagamento voluntário do valor em dívida, partindo posteriormente, caso seja necessário, para a execução da dívida em tribunal. Certo é que os juros vão aumentando a cada dia que passa, agravando a fatura, isto contabilizando os mesmos desde setembro de 2014, data do primeiro pagamento do Manchester United.
Já a SAD leonina, escreve O Jogo, entende caber agora à UEFA libertar a verba que é devida à Doyen. Refira-se que a sociedade tem o valor aprovisionado no relatório e contas que apresentou no último exercício, em que exibiu um prejuízo de 31,9 milhões de euros, mas no primeiro trimestre de 2016/17 registou 62,9 milhões de euros de lucro.

Pedro Madeira Rodrigues acredita que o modelo de gestão levada a cabo por Bruno de Carvalho, atual presidente do Sporting, está esgotado, identificando os desentendimentos com os antigos treinadores com uma das principais causas. 
Em entrevista ao jornal Record, o candidato à presidência leonina, acredita que faltou continuidade aos projetos de Marco Silva e Leonardo Jardim, técnicos que passam pelo Sporting.
"Acho que Bruno de Carvalho perdeu o rumo com Marco Silva. Entrou naquele despique com ele e veio ao de cima a falta de responsabilidade como presidente do Sporting, o facto de pensar mais em si do que nos interesses do clube. Depois, conseguiu encontrar um bom treinador, Jorge Jesus, mas já tinha apostas tremendas em termos de investimento que este ano aumentámos em 50%", começou por dizer Madeira Rodrigues.
O candidato recorda mesmo que, ao início, a linha de pensamento de Bruno de Carvalho era outra.
"No princípio a ideia era ter resultados com recursos equilibrados. E tivemos, com Leonardo Jardim. Veja-se o trabalho que está a realizar no Monaco. O que teria sido do Sporting se Jardim tivesse continuado mais uns anos? Se Bruno de Carvalho tivesse conseguido aguentá-lo… O que teria sido do Sporting se a Marco Silva tivessem sido dadas condições para ser campeão e tivesse tido o apoio constante da estrutura do futebol? Mas mérito para Bruno de Carvalho, que tem vindo a escolher sempre bons treinadores ao longo destas épocas", atirou
O candidato a presidente leonina revela ainda que admite reatar relações com Benfica e FC Porto, se vencer as eleições.
"Vou falar com as pessoas com normalidade. Não conheço Luís Filipe Vieira nem Pinto da Costa, temos amigos em comum, mas vou estar muito atento a quem queira fazer mal ao Sporting. É uma hipótese. Vou falar com as pessoas, conhecê-las e perceber o que é que se passa. Não é benéfico para ninguém haver corte de relações entre os três grandes clubes portugueses. Não sou a favor de alianças, como disse, mas quero ter alianças em prol do futebol português. Não pode é haver este clima de guerra promovido pelos dirigentes, e em particular por Bruno de Carvalho".

Arrasado por completo. Mais uma vez o FC Porto utilizou a sua Newsletter para criticar, ou neste caso mesmo arrasar, uma arbitragem. Agora foi Luís Godinho, árbitro que ontem não esteve bem em Moreira de Cónegos, a sofrer o ataque dos azuis e brancos.

O jogo correu normalmente até aos últimos minutos da primeira parte, até que surgiu Luís Godinho, que ontem à noite interpretou mal o papel de árbitro. Um penálti claro sobre André André não foi assinalado, elevando para 19 as grandes penalidades por apitar a favor da nossa equipa esta temporada, e que poderia ter permitido chegar à vantagem.

Mas o pior estava para vir, quando Luís Godinho atropelou Danilo e, por causa disso, lhe mostrou o segundo cartão amarelo. O lance caricato até daria para rir, não fosse ter deixado a nossa equipa com menos um jogador e sem o mesmo atleta para a próxima jornada.

Luís Godinho interferiu claramente com a verdade desportiva. Luís Godinho retirou o FC Porto de uma competição, como já tinha feito João Capela. Luís Godinho interferiu até na próxima jornada, por expulsar um jogador que teve a infelicidade de não ver que o árbitro caminhava na sua direção. E não, isto não é um azar a seguir ao outro, porque Luís Godinho conseguiu mostrar um amarelo aos jogadores do FC Porto a cada 2,29 faltas cometidas.

Definitivamente, não há vergonha no futebol português e quem menos vergonha tem é quem é responsável por este estado de coisas, com o Conselho de Arbitragem à cabeça, com nomeações sempre a piorar. E sabem porquê? Porque o até ontem desconhecido Luís Godinho é a partir deste mesmo mês de janeiro árbitro internacional, indicado pelo Conselho de Arbitragem. Pelas boas arbitragens não é certamente. Pelos bons desempenhos em jogos de grau de dificuldade elevado não é, porque não os fez, pelo menos em quantidade aceitável. Então por que será? 

É tempo de de gritar basta, de desmascarar todo este polvo que criou um monstro em que árbitros sem experiência, sem provas dadas, são transformados em internacionais proveta. O FC Porto vai lutar todos os dias e os dias todos que forem preciso para acabar com estas situações. Esse é o compromisso que manteremos sempre com os sócios e adeptos.

E ficamos à espera de esclarecimentos públicos das autoridades da arbitragem sobre esta pouca vergonha. Que explicação têm para que em quase todos os jogos fiquem penáltis por marcar a favor do FC Porto? Que motivo pode levar um árbitro a expulsar um jogador depois de o atropelar? O que acham que deve acontecer a um árbitro que tem este género de comportamento? A elevadíssima, para não dizer inaceitável, percentagem de erros em prejuízo do FC Porto explica-se como? E o presidente da APAF mantém que a culpa é dos dirigentes? Se sim, pode nomear o dirigente responsável por um jogador ser expulso por um árbitro lhe dar um encontrão? Finalmente, acham que a verdade das competições está salvaguardada?

9 comentários:

  1. Isto interpreta-se facilmente:
    -no caso doyen já dizia o sr do cigarro electronico "doyen a quem doer" etc
    que tinha duas almofadas para o caso de perderem. Está-se a ver onde andam essas duas almofadas. Como dizem nas Beiras ""a língua não tem osso. Coitado de quem as ouve""
    -quanto aos 725 mil penaltis dizer que nos três últimos jogos ficaram por marcar 4 penaltis a favor do benfica, CLARÍSSIMOS e não cinzentos como reivindica o clube do André Cai Cai Silva.Penalti mais claro do que aquele feito sobre Zikovic, dentro da área ontem, não pode haver. E o benfica não faz xarivari porque apesar desses erros joga futebol em quantidade suficiente para ganhar, apesar disso.
    Agora é de ir às lágrimas assistir a tudo isto dito pelo clube do apinto dourado. É preciso não ter vergonha nem memória. Foram 30 anos de frutaria. Até custa dizer, ttttttttttrrrrrrrriiiiiiinnnnnnnnntttttttttaaaaaaaa ANOS.

    PS- Ontem meteu pena, dó, a imensa lata do sr do tempo-extra da sic. O sr comentador sportinguista assumido, que fala uma hora seguida sem contraditório, a uma pergunta sobre apitadores que não deveriam apitar certos clubes, deu apenas um exemplo: Bruno Paixão e o slb.
    eheheheheheheheh. Sempre, sempre o seu primarismo anti-benfica. Porque não disse Hugo makron Miguel e o Sporting. Oliveira e fcp. Jorge Sousa e fcp. Soares Dias e fcp. Xistra e sporting. Hugo Miguel e fcp. Etc,etc.
    -É que Bruno Paixão ainda não deu um título ao Benfica como Hugo Miguel deu ao fcp em paços de ferreira no auto-tropeção do James ou não protagonizou um escandaloso penafielgate com três penaltis e duas expulsões perdoadas por Soares dias ao fcp, ou perdoar dois penaltis super hiper mega escandalosos em dois dias seguidos no nacional x fcp, protagonizados por Jorge Sousa ou colocar a barreira do Braga a 14 passos em vez de 11 passos num braga x sporting protagonizado pelo sr Hugo Miguel, etc, etc
    -Portanto sr baixinho santos da sic vá estudar melhor as matérias antes de abrir a boca sprtinguista. Foi um momento vergonhoso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para o palerma de cima, três coisas:

      - a dívida à Doyen já se encontra aprovisionada desde o exercício de 2015/16, o que conduzium, na altura, a um prejuízo da SAD de €31,9M. Citar ensinamentos das Beiras é engraçado, mas às vezes ajuda alguma coisa saber ler ou estar minimamente informado.

      - o título não se dá num jogo, dá-se em vários. Depois do último benfica-Sporting devias andar corado de vergonha.

      - O Rui Santos é tanto do Sporting como tu.

      Eliminar
    2. CONCORDO
      esse senhor não consegue esconder o ódio ao slb
      e quando verifica que o scp está a perder o comboio para o slb
      passa a apoiar o fcp com aquela treta da liga da verdade dele
      (até o PC já a citou)

      Quanto à pessão dos milhôes de penaltis reivindicados pelo clube da fruta o que é isso ao pé das expulsões perdoadas ao Baía quando defendia fora da área com as mãos???
      isso é que foram roubos!!!!!!!!!!!!!
      queixarem-se da expulsão do Danilo????
      ehehehehe e quando corriam atrás do Zé Pratas???????
      e quando o Kostadinov deu uma peitada num fiscal de linha?????

      tenham vergonha e memória

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    4. "lembram-se daquilo que aconteceu há 20 anos atrás? pois, por causa disso agora todos os erros de arbitragem são justos"

      Só mesmo um retardado acredita nisto. Ups, sorry todos os lampiões (não confundir com o adepto benfiquista sensato, é diferente).

      Eliminar
    5. Vou-te explicar o sentido da frase para ver se entendes: O facto do Porto ter ganho campeonatos e afins (As supertaças nas antas contra o Benfica foram um festival por exemplo) com recurso aos serviços de prostitutas não justifica os erros de hoje. Não os torna justos.
      Mas, por outro lado, ver o clube q pagou prostitutas a arbitros a queixar-se da arbitragem, ainda para mais qdo quem corrompeu os arbitros é ainda presidente do clube, é duma deliciosa ironia. Chama-se justiça poëtica.

      Eliminar
  2. e o ola john, não paga juros? paga, paga!

    ResponderEliminar
  3. e os cupões pra jantar sem limite de despesa não são corrupção?

    são, pois claro!

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...