01 abril 2020

Sporting coloca médio no mercado (pede 15M€ mas jogador quer ficar) e aponta a alvo; Exigidos 90M€ por ex-avançado do Benfica; FIFA adia pagamento de dívida ao Sporting

A FIFA informou o Sport Recife de que o prazo para pagar 1 milhão de euros ao Sporting, dívida decorrente da transferência do avançado André e que deveria ser saldada até 18 de abril, vai ser prolongado, em virtude da pandemia de Covid-19. Quem o revelou foi Milton Bivar, presidente do clube brasileiro, que garante que o adiamento será por tempo indeterminado e durará enquanto não for definido o real impacto que o novo coronavírus terá na vida financeira dos clubes.
"Recebi uma determinação extensa da FIFA, a dizer que estava a estender o prazo das penalidades oriundas de questões jurídicas de não pagamento levadas junto daquela entidade", revelou Milton Bivar, em entrevista à Rádio Jornal. Recorde-se que, na passada sexta-feira, o líder havia vincado que "a FIFA não prorrogou o prazo", situação que entretanto se terá alterado.
Ao que Record apurou, a SAD leonina ainda não foi notificada de tal decisão do organismo que superintende o futebol mundial, pelo que aguarda antes de fazer quaisquer comentários.
Recorde-se que o diferendo entre leões – o Sport também tem um como símbolo – remonta a janeiro de 2017, quando o emblema brasileiro comprou ao Sporting 50 por cento do passe do avançado, hoje com 29 anos e a representar o Grémio, que, em 2019, pagou 2,5 M€ pelo passe.
A direção liderada por Milton Bivar tentou, por diversas vezes, estabelecer com os responsáveis do Sporting um plano para o pagamento da dívida – inclusive, tentando incluir passes de jogadores no negócio –, mas a SAD leonina rejeitou liminarmente essa possibilidade. As tentativas de acordo eram encaradas pelos dirigentes portugueses como uma forma de o Sport Recife ganhar tempo... e não pagar.
Tempo que terá sido agora concedido pela FIFA, ao adiar o pagamento das dívidas por tempo indeterminado, pelo menos enquanto a Covid-19 não der tréguas à humanidade.

Doumbia pode gerar encaixe na ordem dos 15M€ ao Sporting. Pouco mais de um ano após ter sido contratado aos russos do Akhmat Grozny, a troco de 4,4 milhões de euros (3,8 M€ pela operação, mais 500 mil euros em comissões e 100 mil euros em outros encargos), o Sporting acredita que Doumbia já vale mais do que o triplo. Apesar de ser um dos jogadores que contabilizam mais minutos pelos leões em 2019/20, a SAD está recetiva a negociar o médio-defensivo no verão, mediante propostas que se aproximem da fasquia definida: 15 milhões de euros, avança o Record. No entanto, existem dois fatores que podem fazer baixar este ‘bolo’ ou até impedir a possível saída:_a pandemia de Covid-19, que tem afetado as finanças dos clubes e a valorização dos jogadores; e a própria vontade de Doumbia, que está apostado em ficar, na certeza de que consegue convencer Rúben Amorim.
Ainda que a época não esteja a correr de feição no plano coletivo, o camisola 98 estava a caminho do melhor registo de jogos da carreira, antes da paralisação do futebol. Com 31 partidas e 2.336 minutos realizados, só atrás de Wendel (2.507), Acuña (2.531) e Coates (2.659), Doumbia fez parte do ‘esqueleto’ dos leões na primeira metade da época, porém acabou por perder algum espaço com o regresso de Battaglia, após lesão. Além desta alínea, para justificar o montante exigido, o Sporting tem em conta os 21 anos do médio, o que lhe abre alguma margem para evoluir nos próximos anos, quer no clube como na seleção. Aliás, é também por isso que a sua cláusula de rescisão é uma das mais altas do plantel: 60 milhões, num contrato válido até 2024.
A perda da preponderância entre as escolhas da equipa principal não retirou confiança ao médio-defensivo e muito menos dissuadiu... o mercado. Isto porque, segundo o jornal, existem emblemas primodivisionários de Alemanha, Espanha e França atentos ao desenrolar deste processo e cientes da abertura do Sporting para negociar, ainda que, nesta altura, dificilmente estejam aptos a alcançar os tais 15 milhões.
Por sua vez, e como referido, Doumbia está perfeitamente adaptado ao Sporting e a Portugal e acredita que pode ser uma mais-valia para o novo técnico, razões pelas quais vê um futuro com tons... verdes e brancos.

SAD do Sporting quer contratar um ‘6’. O Sporting está de olho na próxima época e, de forma a jogar em antecipação, já fez um esboço das posições a reforçar no plantel. Dentro do plano está a intenção de contratar um médio-defensivo, algo que se explica pela relativa indefinição em torno de Doumbia, mas também em relação às demais opções para esta posição, escreve o Record.
Por um lado, Battaglia é um dos jogadores mais influentes da equipa e recentemente admitiu o desejo de permanecer em Alvalade, pois alimenta o sonho do título, mas nem por isso tem lugar garantido; por outro, Palhinha regressa de empréstimo ao Sp. Braga, contudo, segundo o Record, prefere sair para um campeonato de maior expressão. Neste lote há, ainda, Rodrigo Fernandes, promovido dos sub-23.

Noventa milhões de euros! É pegar ou largar! Cansado de ver Raúl Jiménez associado ao interesse dos tubarões da Premier League, o Wolverhampton acaba de informar que só abdica do avançado mexicano por 90 M€. Agora que o Mundo enfrenta a pandemia de Covid-19, é natural que esta quantia arrefeça a cobiça pelo jogador azteca, de 28 anos, mas essa é, sem dúvida, a intenção de Nuno Espírito Santo.
O treinador luso do Wolves quer evitar a todo o custo a saída do melhor artilheiro da equipa. Raúl Jiménez soma 22 golos, ou seja, exatamente 27,5 por cento dos tiros certeiros da equipa (80) em 2019/20. O mexicano é o jogador mais caro alguma vez contratado pelo Wolverhampton, que por ele pagou 38 M€ ao Benfica. Se alguém estiver disposto a investir 90 M€, o ponta-de-lança ter-se-á valorizado em mais de cem por cento.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...