20 novembro 2019

"Claro que vou sair, não vou acabar a minha vida no FC Porto"; Alvo de Benfica e FC Porto a um passo de Madrid; Ex-FC Porto aponta o dedo a...ex-Benfica por causa de...JJ

Walter Casagrande, ex-internacional brasileiro que passou pelo FC Porto, é agora comentador na Spor TV, no Brasil, arrasou os críticos de Jorge Jesus e pegou no exemplo de Argel, treinador do CSA e também ex-jogador do FC Porto e do Benfica, para expor os seus argumentos.
"Muito ciúme, desde que ele chegou. Com Sampaoli (técnico argentino do Santos) foi a mesma coisa. O Argel disse que quem trouxe o futebol para cá foi o Charles Miller, que a seleção de 70 já jogava como o Flamengo, que não é novidade. Então por que razão essas equipas não jogam como o Flamengo? Porque é que o Argel não coloca a equipa dele a jogar como o Flamengo? O Renato Gaúcho (treinador do Grémio) estava a ganhar, até agora. Agora que apareceu o Jesus, pede 160 milhões de reais (35 milhões de euros) em reforços e reclama?", referiu em declarações difundidas pelo 'Globo Esporte'.
Mas, Casagrande ainda deixou mais recados aos treinadores brasileiros: "Há que ter calma. O Sampaoli é um grande treinador e o Jesus também. Estão a fazer um ótimo trabalho aqui. Os outros treinadores brasileiros são bons? São ótimos. Ganharam campeonatos e Libertadores. Agora, há uma coisa que é certa: o Flamengo joga muito melhor do que todas as outras equipas brasileiras. Parem de reclamar, trabalhem e coloquem as equipas para atacar, que ninguém vai falar nada", sublinhou.

"Claro que vou sair, não vou acabar a minha vida no FC Porto". Aboubakar garante que está completamente recuperado da lesão e que o facto de não ser utilizado por Sérgio Conceição pode estar relacionado com algum "receio" por parte do treinador de que tenha uma recaída.
Em declarações à Imprensa dos Camarões, após o jogo com o Ruanda - em que fez 82 minutos -, o avançado apontou ainda o dedo ao presidente do Besiktas pela forma como o tratou no defeso e admitiu deixar o FC Porto já em janeiro, caso surja uma boa proposta.
A extremo direito, médio interior ou como 10 puro, Otávio tem lugar cativo esta temporada. Subida de influência diretamente ligada a uma maior disponibilidade física e controlo neuromuscular.
A lesão grave no joelho esquerdo está ultrapassada e Aboubakar aproveitou para esclarecer, pela primeira vez, todo o processo. "Se estou cá [na seleção] é porque estou completamente recuperado. A minha lesão exigiu algum tempo e paciência, porque rompi tendões e ligamentos cruzados, mais duas cápsulas internas. Agora, o que eu acho é que os meus treinadores talvez tenham algum receio de voltar a apostar em mim para não me lesionar de novo. Mas hoje sinto-me apto para jogar. Preciso de ritmo, de fazer um jogo ou dois e depois o resto vai aparecer", assegurou, citado pelo site "lionindomptable.com".
A verdade é que, no FC Porto, Aboubakar não tem sido aposta de Sérgio Conceição e a saída, já em janeiro, é um cenário que não descarta. Pelo contrário. "Claro que vou sair, não vou acabar a minha vida no FC Porto", comentou. Esta época, a sua utilização pelos dragões resume-se a quatro minutos com o Krasnodar, na Champions, mais 90" com o Varzim, pela equipa B, e 14" com o Coimbrões, na Taça de Portugal.
Na Turquia, a Imprensa local voltou esta semana a colocar o avançado portista na rota do Besiktas, onde esteve com um pé no verão, mas, a julgar pelas suas palavras, Aboubakar dificilmente regressará ao emblema de Istambul. "Estive de facto no Besiktas no verão, mas não gostei da maneira como o presidente [Ahmet Nur Cebi] me tratou, porque deu informações falsas a meu respeito, quando disse que não me quis sujeitar aos exames médicos. A verdade é que o Besiktas tem problemas financeiros e não pode pagar certos ordenados. Por isso, ele disse que não me interessava regressar. Insistiram, mas o presidente estava numa situação delicada e, honestamente, regressar à Turquia não estava nos meus planos", admitiu.
Ao fim de dois anos, Aboubakar regressou à seleção dos Camarões e encontrou aí o seu porto de abrigo. "Estou numa fase de renascimento. O apoio dos meus companheiros foi importante, mas a forma como os adeptos me acolheram tocou-me e são estas coisas que depois me levam a dar tudo o que tenho em campo, porque sinto que tenho o apoio de um povo e de uma nação. É sensacional e estou muito agradecido por isso", comentou, a propósito das sensações que teve em campo nos encontros com Cabo Verde e o Ruanda.

Alvo de Benfica e FC Porto a um passo de Madrid. Aos 22 anos, Bruno Guimarães, uma das figuras centrais do Athletico Paranaense, pode estar muito perto de dar o 'salto' para o futebol europeu, segundo informações veiculadas, esta terça-feira, pela imprensa espanhola.
O jornal As revela que Rodrigo Gama, advogado do médio brasileiro, esteve na passada semana em Madrid, onde terá acertado os derradeiros detalhes do contrato que este terá à espera no Atlético.
A equipa onde alinha o internacional português João Félix assegurou um direito de preferência sobre o jogador, num valor situado entre os 25 e os 30 milhões de euros, que decidiu, agora, pagar.
O conjunto colchonero estará, desta maneira, prestes a ganhar a corrida pela contratação de Bruno Guimarães, ganhando a concorrência a clubes como Chelsea, Benfica e FC Porto.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...