16 abril 2018

Benfica nunca foi campeão quando entrou nas últimas 4 jornadas sem estar em 1º lugar. Águias não ganham ao FC Porto desde dezembro de...2014; Adepto do Benfica que atropelou mortalmente adepto do Sporting conhece hoje decisão; Mónaco reembolsa adeptos que viram a equipa ser goleada no Parque dos Príncipes

O Mónaco saiu goleado do Parque dos Príncipes pelo Paris Saint-Germain (1-7), no jogo em que a equipa da capital confirmou o título de campeã. Ora para minimizar o desgosto dos seus adeptos, o clube de Leonardo Jardim, João Mourinho e Rony Lopes decidiu que vai devolver o dinheiro dos bilhetes.
«O Mónaco decidiu reembolsar os adeptos que marcaram presença no setor visitante em Paris esta noite. As modalidades de reembolso serão comunicadas no início da semana», pode ler-se na conta oficial do clube na rede social Twitter.

Nunca o Benfica conseguiu sagrar-se campeão quando abordou as últimas quatro jornadas sem estar no topo da classificação, contabilizando apenas o período em que a vitória passou a valer três pontos. O desaire no clássico da Luz colocou o Benfica numa situação bastante incómoda, uma vez que deixou de depender dele próprio para alcançar o pentacampeonato. Rui Vitória já disse que continua a acreditar que irá fechar a época a celebrar, embora não seja isso que se tenha passado quando o clube da Luz chegou a esta altura do campeonato sem ser o líder. Esta foi a 16ª vez que tal sucedeu, desde 1995/96 (época em que entrou em vigor o novo sistema de pontuação), não tendo o Benfica arrecadado qualquer título. O FC Porto (12) arrebatou a esmagadora maioria, tendo os restantes sido conquistados por Sporting (2) e Boavista (1).
O caso mudaria totalmente de figura, caso o Benfica tivesse vencido ou empatado, o que lhe permitiria manter-se na liderança. É que o clube da Luz arrecadou seis dos sete campeonatos em que ‘atacou’ as últimas quatro jornadas no 1º lugar. A única exceção ocorreu em 2012/13, época em que o Benfica tinha quatro pontos de vantagem sobre o FC Porto a quatro rondas do fim, mas acabou por ser ultrapassado pelo arquirrival da Invicta. Rui Vitória tudo tentará para que esta história se repita em 2017/18... mas ao contrário!
O Benfica somou o sétimo jogo seguido sem conseguir derrotar o FC Porto. A última vez que o clube da Luz conseguiu apagar a chama dos dragões foi a 14 de dezembro de 2014, dia em que Lima assinou um bis na Invicta. O Benfica de Jorge Jesus abandonou o Dragão a sorrir após ter tirado o tapete (2-0) ao FC Porto de Julen Lopetegui, o atual selecionador de Espanha. A partir desse dia, a equipa da águia colecionou quatro empates e três derrotas. O mano-a-mano irá prosseguir em 2018/19, não se sabendo ainda qual dos colossos envergará o símbolo de campeão na camisola.

O Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa decide hoje se leva a julgamento do adepto do Benfica, Luís Pina, acusado de atropelar mortalmente o adepto italiano que apoiava o Sporting, Marco Ficini, junto ao Estádio da Luz, em Lisboa, em abril do ano passado. O Ministério Público deduziu acusação contra 22 arguidos (10 adeptos do Benfica com ligações aos No Name Boys e 12 adeptos do Sporting da claque Juventude Leonina).
O principal arguido, Luís Pina, adepto do Benfica, está acusado do homicídio de Marco Ficini e de outros quatro homicídios na forma tentada, enquanto os restantes arguidos estão acusados de participação em rixa, de dano com violência e de omissão de auxílio.
A instrução - fase facultativa que visa decidir por um juiz se os arguidos vão a julgamento – foi requerida por nove dos arguidos, incluindo Luís Pina, que, no requerimento de abertura de instrução, a que a agência Lusa teve acesso, sustenta que "nunca teve intenção" de atropelar e “muito menos matar um ser humano”.
No debate instrutório, que decorreu em 22 de março, a procuradora do Ministério Público (MP) alegou que “nada foi feito em sede de instrução” e que “não foram feitas quaisquer diligências de relevo”, acrescentando que as declarações de seis dos nove arguidos que requereram a abertura de instrução “não podem abalar a prova que consta dos autos”.
Assim, a procuradora Isabel Sesifredo considerou que o TIC tem de pronunciar (enviar para julgamento) os 22 arguidos nos exatos termos da acusação do MP.
A defesa de Luís Pina pediu, por seu lado, que o seu constituinte – que confessou o crime - seja julgado por homicídio negligente em vez de homicídio qualificado.
Carlos Melo Alves, advogado do arguido, defendeu no debate instrutório que o seu cliente seja submetido a julgamento, mas pronunciado (acusado) de um crime de homicídio por negligência, que tem uma moldura penal de até cinco anos de prisão, e não por homicídio qualificado, crime em que moldura penal vai dos 12 aos 25 anos de cadeia.
O advogado sustentou ter-se tratado de um acidente e não de um ato intencional para matar. Segundo Carlos Melo Alves, Marco Ficini caiu ao chão quando foi atropelado e estava sob o efeito de cocaína nesse momento, conforme indicaram os exames realizados.
Quanto aos quatro crimes de homicídio tentado, Carlos Melo Alves entende que o seu constituinte agiu numa situação de “legítima defesa” perante uma alegada perseguição e agressões cometidas pelos adeptos com ligações à Juventude Leonina.
O dia do debate instrutório ficou marcado por momentos de tensão à saída do tribunal, no Campus da Justiça, entre arguidos com ligações aos No Name Boys e à claque Juventude Leonina, o que obrigou à intervenção policial para evitar os confrontos.
Luís Pina, que estava em prisão preventiva desde 29 de abril, foi libertado em 02 de março porque não foi proferida decisão instrutória no prazo máximo de dez meses após a data em que lhe foi aplicada aquela medida de coação.
Marco Ficini pertencia à claque do clube italiano Fiorentina O Club Settebello, era adepto do Sporting e morreu após um atropelamento e fuga junto ao Estádio da Luz, na sequência de confrontos ocorridos na madrugada de 22 de abril, horas antes de um jogo de futebol entre o Sporting e o Benfica, da 30.ª jornada da I Liga, da época passada, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

6 comentários:

  1. A nomeação de Artur Soares Dias? Perguntem à direcção!!

    Meus caros, não vale a pena andarem em lamúrias a falarem na nomeação do Soares Dias como esteve a BTV a fazer durante o programa todo pós-jogo.


    Parece que os únicos que não previam esta nomeação foram os dirigentes do Benfica. Nem uma única palavra quando começou a circular a forte possibilidade de ser este árbitro. O que fez a direcção até agora sobre este assunto? Não fez antes, não fará nada amanhã e nunca porque nós gostamos muito de comer e calar.


    Sinceramente, nem foi das piores arbitragens, é a minha opinião. No entanto, seria razoável este árbitro não ir apitar um jogo destes e os dois motivos são bastante óbvios:


    Foi ameaçado pela claque do FC Porto;Reside e trabalha no Porto, cidade da claque que o ameaçou.

    Face a estas duas situações, seria prudente que o CA não nomeasse o Artur Soares Dias para este jogo mas o Benfica também deveria ter feito o seu trabalho porque havia uma enorme probabilidade de ser este o árbitro escolhido, como acabou por ser. O Benfica deveria ter enviado um documento ao CA, Liga e FPF para que, pelos motivos acima descritos, a entidades tivessem em consideração as condicionantes acima referidas em relação ao arbitro Artur Soares Dias.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Iiiióóó la vem ele zurrar

      Eliminar
    2. AHAHA lindo! Olha a cabeça...!

      Eliminar
  2. Anonimo 09:13,tu tens uma ganda lata!!!Choras por ter sido um árbitro imparcial a apitar o jogo?Quem querias?Godinho?Bruno paixão?Carlos Xistra?Estes são isentos?Desde que favorecem o benfica,são excelentes árbitros!!!Dá-me dó ver-vos falar da arbitragem,visto que ainda lutam pelo título graças a Godinhos,B.Paixões desta vida!!!Memória curta?Esqueceste do jogo Setúbal/benfica?Esqueceste do clássico no dragão?Pelos vistos os adeptos do benfica não diferenciam em nada dos seus dirigentes e da btv!!!Na programação da btv as 08:00 iam repetir o jogo de ontem,mas como foram enrabados,repetiram o jogo dos juvenis benfica/Fc Porto!!!!Não mudem nunca!!!!

    ResponderEliminar
  3. Tu queres ver que os Mouros perderam pelo Árbitro?

    Como é que ganharam em Setúbal? E o empate n Restelo como em outros campos?

    Estavam à espera de outra ajuda!

    Acabou se as ajudas.... É preciso ser se mais forte para se ser campeão.....

    Já bastaram 4 épocas, apesar de um ou outro campeonato terem ganho por serem melhores, mas a verdade é que as ajudas tem continuado inclusive com a falta de cartões amarelos que ficaram por mostrar a jogadores no Benfica na penúltima jornada que os impedia de defrontar no clássico.

    Inclusive contra o guimaraes em casa há um caso, o rapinha isola-se legalmente antes do meio campo e se isto corresse bem o bandeirinha na dúvida deixava continuar e o VAR decidia se o jogador estava ou não em fora de jogo! Ora como o Bandeirinha levantou a bandeirinha, se fosse golo o VAR não o poderia validar!

    São estes esquemas que passam na Liga Portuguesa que às vezes passam ao lado dos adeptos de futebol....

    ResponderEliminar
  4. Na dúvida:

    Se for para favorecer o Benfica... o VAR atua ou não atua, conforme convier!

    Se desfavorecer o Benfica.... o Bandeirinha na dúvida levanta a bandeirinha para VAR não poder atuar ou caso o árbitro faça vista grossa num lance, VAR não funciona como já aconteceu esta época!!!

    Qd queremos que o campeonato Português seja mais transparente e mais limpo, há um clube que em casa transmite os seus próprios jogos, e envia as imagens que quer, para a cidade desportiva!

    Campeonato Limpinho Limpinho!!
    A culpa comtinua a ser d Apito Dourado LOL

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...