19 julho 2017

Octávio Machado explica motivos para a saída do Sporting

Em entrevista à CMTV, o antigo diretor do futebol do Sporting falou aprofundadamente sobre a sua saída do clube de Alvalade.
"Surgiu uma série de notícias de anonimato, que me envolviam, que me fragilizaram, que davam a ideia de que ia perdendo influência no Sporting. Na véspera do jogo com o Chaves, achei que chegava".

Ausência de resposta: "Não sei quem eram as fontes. Disse ao meu amigo Nuno Saraiva que aquelas notícias não me iam afetar, que não era o Octávio de há 30 ou 40 anos atrás, que iria reagir. Não haveria respostas da minha parte, porque o Sporting tinha passado um período muito difícil. Não iria, de maneira nenhuma, colocar em causa o Sporting, o equilíbrio emocional da equipa. Não seria através de mim que iria acontecer qualquer instabilidade".

Oposição de Jorge Jesus à saída: "O [Jorge] Jesus opôs-se sempre à minha saída. Deu-me sempre tranquilidade, mostrou grande respeito. Na véspera de enviar a carta à administração, disse-lhe que iria abandonar. Tentou demover-me, mas disse-lhe que não podia continuar".

Relação entre Jorge Jesus e Bruno de Carvalho: "Nunca me esquivei ao diálogo, cumpri sempre as minhas tarefas e funções. Quando entrei com o Jorge Jesus, faziam-se apostas da conflitualidade que iria existir entre o treinador e o presidente e que iria tudo descambar. Não aconteceu nada. Em todas as famílias existem situações e momentos menos bons. Mas tudo foi feito sempre em prol do engrandecimento do Sporting".

Sporting como família: "A família a que pertencia era forte e coesa. Entrámos com um Sporting em crise enorme, um presidente fragilizado, uma família dividida. A contratação do Jesus foi algo que mexeu com todos, em termos do renascimento do orgulho sportinguista".

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Se fosse o Benfica o fora de jogo já tinha lançado 3 notícias com afirmações bombásticas como vem dos Dragartos fica um pequeno apontamento...

    ResponderEliminar
  3. Octávio o Sporting já existe muito antes de ti e do JJ e há-de continuar a existir, vocês são ou foram meros funcionários que quando são bons não fazem mais do que a vossa obrigação e quando maus, são afastados. ...E o Sporting continua!

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...