31 julho 2017

O 'forcing' do Sporting e o novo lateral que entra na lista; Benfica tenta convencer IPDJ com novo regulamento. Em caso de falha as portas da Luz fecham-se. FC Porto já reagiu e pede "coragem para fazer o que tem de ser feito"

O macedónio Stefan Ristovski voltou ao radar do Sporting nos últimos dias, transformando-se no alvo prioritário dos leões para o reforço do lado direito da defesa. Bruno de Carvalho – que está a tratar diretamente do dossiê lateral – intensificou as negociações com o Rijeka, tentando atingir um princípio de acordo ainda antes dos croatas defrontarem o Red Bull Salzburg, na quarta-feira.
Os dirigentes do Rijeka estão a tentar, ao máximo, protelar a saída de Ristovski, mas a verdade é que a possibilidade de rumar a Alvalade há muito que é desejada pelo jogador. Segundo o Record, o macedónio, de 25 anos, está muito entusiasmado com a ideia de vestir a camisola do Sporting e já fez saber junto dos dirigentes croatas que quer resolver o seu futuro o mais rapidamente possível.
Bruno de Carvalho também está a ‘jogar’ com este assumido desejo do lateral, tentando baixar as pretensões do Rijeka: os croatas pedem 4 milhões de euros para libertar o defesa, mas o presidente leonino acredita que poderá garantir Ristovski por um valor inferior. Nesse sentido, e apesar dos avanços registados nas últimas horas, prevê-se que as negociações entre Sporting e Rijeka se estendam ao longo desta semana.

Fábio entra no radar. Embora Stefan Ristovski esteja sinalizado como o alvo principal para o reforço da lateral direita, os leões têm mais opções em carteira. Uma das quatro possibilidades – a contar com o macedónio – trata-se de Fábio da Silva, brasileiro de 27 anos, que pertence aos quadros do Middlesbrough. Segundo o Record, o defesa entrou no radar leonino e a sua situação está a ser seguida atentamente pelos responsáveis do clube verde e branco. A ideia do Sporting é tentar que o jogador rescinda com o clube inglês, que caiu da Premier League para o Championship, de forma a chegar a Alvalade a custo zero.
Diga-se que Fábio da Silva foi aposta do Manchester United em 2008/09, tal como Rafael, o seu irmão gémeo, mas acabou por não conseguir vingar nos red devils. Na época passada, realizou 29 partidas na Premier League.

Novas normas para 'salvar' a Luz. O Benfica corre o risco de ficar impedido de jogar no Estádio da Luz, pois este pode ser interditado pelo Instituto Português do Desporto e Juventude caso hoje os representantes encarnados não convençam a entidade de que a nova versão do regulamento do recinto cumpre a lei.
Fonte oficial do clube garantiu ao jornal Record que o Benfica não foi notificado da intenção do IPDJ, mas este será o passo seguinte caso os encarnados não cumpram com as várias alterações ao regulamento exigidas. A mesma fonte encarnada assume que esse é, de facto, o risco corrido, mas desvaloriza a hipótese, pois acredita que na reunião a realizar-se entre IPDJ e Benfica tudo ficará conforme o regulamentado. Se assim for, é de crer que o IPDJ comunique publicamente o encerramento do caso. Caso o clube falhe na apresentação do novo regulamento ou este não esteja de acordo com a lei, o IPDJ notificará a Liga, a FPF e a PSP de que não podem ser realizados jogos no Estádio da Luz e o confronto com o Sp. Braga terá de ser noutro local.
A mesma fonte do clube da Luz estranha a notícia pois diz ter visto o regulamento aprovado por despacho em 2014 e denuncia que há outros clubes em incumprimento, que acredita serão contactados pelo IPDJ em breve.
Refira-se que o Benfica tentou pedir o adiamento da reunião por mais um mês, mas ainda na sexta-feira passada o IPDJ voltou a esclarecer que o processo deverá ficar regularizado até ao dia de hoje.
Mantém-se, entretanto, no IPDJ ainda por julgar uma queixa do Sporting por alegado apoio do Benfica a claques ilegais.

"Coragem" pede o FC Porto. Quem já reagiu ao tema foi o...FC Porto. Através do Dragões Diário, os azuis e brancos pedem "coragem para fazer o que tem de ser feito"

Para estar atento
Vários anos depois, o Instituto Português do Desporto e Juventude descobriu aquilo que já toda a gente sabia: o Benfica não só tem claques ilegais como também as promove, protege e financia. Agora resta saber se as autoridades terão coragem para fazer o que tem de ser feito ou se fica tudo na mesma. Até lá, vamos registando que o Benfica continua a falar apenas através das sempre anónimas “fontes oficiais”, que é uma forma descomprometida de o clube veicular mentiras: ao Jornal de Notícias, os senhores anónimos garantiram que não tinham sido notificados da interdição do Estádio da Luz, apesar de se saber que não só o foram como até reagiram pedindo mais tempo para resolver o problema.

7 comentários:

  1. Por curiosidade, era bom que as "fontes anónimas" dissessem qual a alteração que o Benfica propôs. Vão deixar de permitir grupos organizados de adeptos com espaço destinado especificamente para eles?

    Não parecendo, estamos a falar de algo muito importante e que seguramente o Benfica tentará resolver com urgência.

    De qualquer forma, parece me que o Benfica nunca sairá a ganhar disto, ou exigirá a legalização das claques ou então terá que as retirar do estádio enquanto grupo organizado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja o que for, animais não são permitidos nos estádios. Logo, o Benfica que respeite as regras, nem que seja por uma vez...

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Estes encornados, quando abrem a matraca, é só caca que sai.

    ResponderEliminar
  4. O animais do Galinheiro da Pocilga da Luz, vão ser REGISTADOS.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cuidado, tem que estar desparasitados e com as vacinas em dia.

      Eliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...