09 maio 2017

BdC e JJ cara a cara para decidir futuro. Todas as opções em cima da mesa; Benfica pode receber troféu de campeão que era para...o Sporting; Paulo Oliveira rejeitou proposta para renovar pelo Sporting

Tal como tem acontecido nos últimos anos, a Liga prevê entregar o troféu de vencedor da Liga mal termine a partida que encerre as contas do título. Como há a possibilidade matemática de o Benfica sagrar-se campeão já no sábado, a taça estará no Estádio da Luz, tal como o presidente do organismo, Pedro Proença.
E este troféu já foi feito no ano passado, estando guardado desde então. Tudo porque, em 2015/16, quando Benfica e Sporting chegaram à última jornada com possibilidades de se sagrarem campeões, a Liga mandou fazer dois ‘canecos’ - um ficou na Luz e foi entregue aos encarnados; o outro estava em Braga e acabou por não ser entregue.
Agora, por ironia do destino, o Benfica poderá receber o troféu que foi feito... para o Sporting, escreve o Record.
Tal como há um ano, a Liga está também precavida para a possibilidade de haver discussão até à última jornada e não haver novamente certezas sobre o local da festa. Por isso, mandou fazer outro troféu, exatamente igual. Se o Benfica não se sagrar campeão neste fim de semana, será levada uma réplica para o Estádio do Bessa, onde as águias jogam depois, e outra para Moreira de Cónegos, onde o FC Porto fecha o campeonato. Bastará depois gravar o nome do vencedor para o entregar.

Cara a cara para tratar do futuro. As relações tensas entre o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho, e o técnico Jorge Jesus, traduzidas nas palavras de ambos após a derrota frente ao Belenenses, vão conhecer um novo episódio. Segundo O Jogo, Bruno de Carvalho e Jorge Jesus vão reunir-se entre hoje e amanhã para confrontar as diferentes perspetivas face ao que pretendem para o futuro da equipa principal dos leões, não estando afastado o cenário de uma quebra de vínculo contratual no final da temporada, dado que as partes têm entendimentos distintos sobre vários aspetos relacionados com a constituição do plantel e estrutura que o apoia, algo que também o jornal A Bola escreve. Este último escreve que se JJ sair não fará grandes exigências a Bruno de Carvalho.
O encontro deverá contar com a presença de outros elementos da estrutura diretiva da SAD, concretamente os administradores Guilherme Pinheiro e Carlos Vieira, alertados para o cariz “urgente” dado por Bruno de Carvalho ao mesmo.
Se é verdade que ambos concordam com a necessidade de incremento da equipa e melhoria de produtividade para ganhar títulos, o desacordo principal reside no caminho para o fazer. O Jogo escreve que o elenco de Bruno de Carvalho entende ser fundamental uma redução de custos, bem como uma aposta maior em jogadores da formação e uma política de aquisição de atletas em consonância com as definições da SAD, enquanto o técnico não pretende abrir mão da sua independência na escolha das opções a seguir no mercado, privilegiando a aquisição de atletas
com experiência futebolística reconhecida pelo próprio.
Já o jornal Record segue outro caminho e escreve que Bruno de Carvalho não desarma e assim Jorge Jesus mantém a total confiança do presidente e o treinador só pensa no futuro... a verde e branco.
Apesar da luta ser desigual, Jesus continua convicto de que o Sporting tem todas as condições para colocar um ponto final no jejum. BdC e JJ voltam a unir-se em 17/18, para tentarem, mais uma vez, contrariar a história recente.

Disse 'não'. Titular no eixo da defesa nos últimos três jogos do campeonato, Paulo Oliveira tem ressurgido nas primeiras escolhas de Jorge Jesus e a sua “nova vida” com o leão ao peito levou a SAD a avançar com uma proposta de renovação do contrato do central, que já estava alinhavada desde o final da sua primeira temporada em Alvalade: 2014/15. Porém, de acordo com o que O Jogo apurou, o jogador recusou a primeira investida para prolongar o vínculo atual – que termina no final da época 2018/19 – por divergências a nível salarial.
A SAD colocou em cima da mesa a possibilidade de o camisola 15 verde e branco passar a auferir 450 mil euros brutos anuais, valor claramente abaixo do pretendido pelo central, que desde a chegada ao Sporting recebe um salário em torno dos 250 mil euros brutos por ano. Essa mesma proposta contemplava um prolongamento de um a dois anos no atual contrato. Recorde-se que, em janeiro, o internacional português teve a possibilidade de sair para o futebol francês, face à escassa utilização na equipa verde e branca. O diário escreve ainda que uma das propostas era proveniente do Nantes, equipa orientada por Sérgio Conceição, que à época avançou com uma proposta em torno dos 800 mil euros limpos para convencer Paulo Oliveira a mudar-se para o La Beaujoire, negociação gorada após nega dos leões.

1 comentário:

  1. Este comentário foi removido por um gestor do blogue.

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...