17 maio 2017

A 'revolução' no plantel leonino; FC Porto justifica apoio ao Sporting nos Campeonatos de Portugal


Francisco J. Marques, diretor de comunicação do FC Porto, justificou o apoio ao Sporting no que toca ao valor que é dado aos Campeonatos de Portugal, competição que não é considerada equivalente ao atual campeonato português e que os leões defendem que passe a ser.
"É verdade que o FC Porto nunca se preocupou com os Campeonatos de Portugal. Dissemos sempre que não nas conversas que fomos tendo, até que o Sporting apresenta o assunto de outra forma: que uma entidade independente averigue de uma forma séria se estes títulos eram de campeões de Portugal", começou por dizer, em declarações ao Porto Canal.
"Não temos nada a opor. Isto acrescenta títulos, não tira. O Marítimo foi tratado como campeão nacional na altura? O Olhanense também ganhou um... Interessa averiguar a verdade. Ter sido prova a eliminar não é argumento. Na Alemanha foi assim até à década de 60. Não tenho garantia que vá ser considerado como campeonato, mas deve ser estudado", rematou.
Recorde-se que, em termos de campeonatos de Portugal, o Sporting tem quatro troféus no palmarés, os mesmos do que o FC Porto. Já o Benfica tem três. A competição disputou-se entre 1921 e 1938.

Plantel alvo de profunda remodelação. A reunião mantida na segunda-feira entre Bruno de Carvalho (BdC) e Jorge Jesus (JJ) teve efeitos práticos na preparação da próxima temporada. Desde logo, escreve o Record, uma das ideias mais vincadas na cimeira realizada no Estádio José Alvalade foi a de que o atual plantel leonino não corresponde àquilo que tanto presidente como treinador pretendem para a próxima temporada.
Nesse sentido, os dois homens-fortes do futebol leonino estão a fazer uma profunda reavaliação aos correntes ativos, analisando o mercado e as possibilidades de comprar e... vender.
Desde logo há nomes que já foram ‘riscados’ pelo treinador para a próxima época e que nem sequer são equacionados para a pré-temporada: Jug, Douglas, Jefferson, Zeegelaar, Castaignos e Spalvis. No entanto, há outras situações pendentes no plantel que exigem uma decisão... técnica.
No lado direito, e com a contratação de Piccini, o espaço de manobra de Esgaio ficou francamente reduzido. Nesse sentido, o Sporting está a equacionar o empréstimo do defesa a um clube da Liga para, desta forma, perceber se o camisola 46 pode ou não ser um jogador de futuro para o clube.
O eixo da defesa é o sector que maiores dores de cabeça tem dado a Jorge Jesus. Coates é o único jogador ‘insubstituível’ e o Sporting já garantiu a contratação de André Pinto. Segundo foi possível apurar, se surgirem propostas por Rúben Semedo e por Paulo Oliveira, BdC não dirá que não...
A contratação de Mattheus e o regresso de Iuri resolvem algumas das carências identificadas por JJ e BdC no processo intermédio. Contudo, há ainda mais alguns ‘buracos’ para tapar. As permanências de Palhinha (será reavaliado na pré-época), Petrovic (regressa de empréstimo, mas sem certezas quanto à permanência), F. Geraldes (ainda não convenceu e pode ser cedido), Bryan Ruiz (cobiçado na Turquia) e de Matheus Pereira (que pode ser emprestado ao Estoril) são ainda uma incógnita que só as contas do mercado irão desfazer
No ataque, uma coisa é certa: Alan Ruiz e Podence ocupam-se do apoio a Bas Dost, mas o holandês ainda não tem ninguém que lhe faça sombra (Gelson Dala terá a pré-temporada para mostrar serviço a Jorge Jesus). O dossiê avançado é uma das grandes prioridades a curto prazo.

Seis jogadores na porta de saída de Alvalade. Neste momento ainda há muitas indefinições no plantel, mas no que diz respeito a saídas existe a intenção de colocar 6 jogadores e o jornal Record revela quais: Azbe Jug, Douglas, Zeegelaar, Jefferson, Castaignos e Spalvis, que irá representar o Belenenses. Por outras palavras, Jorge Jesus não conta com estes elementos e a SAD do Sporting vai tentar rentabilizar o investimento realizado, também com o intuito de aliviar a massa salarial. Em relação ao holandês, existe a convicção de que o mercado inglês pode ser viável. De resto, Zeegelaar esteve perto de sair para o Norwich em janeiro.

15 comentários:

  1. Para mim a entidade independente até pode ser um conhecido sportinguista e conhecedor de futebol como o Rui Miguel Tovar! Ops, afinal este não dá, pois já escreveu no Almanaque do Leão que o Sporting só têm 18 campeonatos nacionais e foi banido por isso! Ok, assim, o melhor é ser mesmo o Saraiva a ser a entidade independentemente, só assim a verdade desportiva ficará defendida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar para ti é melhor, anular pelo Madaíl lampião em 2006 (setenta anos depois!!!) os últimos 4 campeonatos de Portugal disputados entre 1934 e 1938, para dar lugar a uma prova (LIGA) que foi disputada de forma experimental e que nunca foi oficial, como ficou escrito nas ACTAS da FPF em 1938, e assim dar 3 títulos para os boificas, cujas taças de Campeão desses anos, eles nunca serão capazes de apresentar, porque não existem!!!

      Para essa gentinha conseguir o que pretende, basta-lhe "colocar" certos personagens no lugar certo e corrompê-los e em seguida conseguem o que pretendem!

      Quem são os corruptos prontos a ganhar de qualquer maneira...QUEM SÃO? Os boificas...

      Eliminar
  2. O nojento clube do regime, que controla tudo e manipula tudo à descarada,ao ponto de só cegos e ignorantes não conseguirem ver, não gosta, e como tal a máquina de propaganda trata logo de mastigar a informação e dar de comer aos parolos.
    É como ter um político na tribuna, se for de outro clube que não o do regime, é mal visto, sendo do regime e estando ao lado do maior ladrão deste país, tudo bem!
    NOJO DE MENTALIDADE!
    SOIS UM NOJO DE CLUBE!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    2. se formos a falar de futebol jogado, esse clube do regime nao tem argumentos.
      nao me lembro de um grande jogo do benfica desde que o rui vitoria foi pa treinador. pode ser que me elucidem

      Eliminar
    3. Que tal os 3 jogos com o Guimarães? Ou o jogo em casa com o Fruta Corrupção e Patas?
      Ou o jogo com o Desportivo de Calimeros com 3 penaltis por marcar?

      Eliminar
    4. Sr Anonimo,
      falando em jogos com o guimaraes, e falando do ex treinador desse mesmo clube, este ultimo jogo é um espelho total de como essa e muitas mais equipas abrem as pernas para jogar com o benfica. no entanto, fico contente por perceber que esses sao os melhores jogos da era rui vitoria. Empate contra o porto, vitorias ao guimaraes e nem sei qual é o outro jogo a que se refere, sao bons exemplos de grandes jogos para equipas como rio ave ou braga. para um tetra campeao, parece me pouco. mas como disse, fico feliz por se contentarem com tao pouco, só mostra a vossa fraca ambiçao e qualidade.

      Eliminar
    5. Sr. não anónimo:


      Antes - Saber esperar o momento certo para matar o jogo: pragmatismo.
      Depois - Sorte.

      Antes - Marcar nos últimos minutos: equipa madura, que sabe o que quer.
      Depois - Ganhar sem saber ler ou o escrever.

      Antes - Bola no poste contra: arte de bem defender. Bola no poste a favor: azar.
      Depois - Bola no poste contra: vaca. Bola no poste a favor: aselhice.

      Antes - jogar com cautelas defensivas; maturidade, experiência.
      Depois - equipa pequena.

      Antes - Não jogar um peido: pragmatismo.
      Depois - Não joga um peido.

      Antes - 7 pontos de avanço em Janeiro: alardear classe.
      Depois - Liga muito desequilibrada.

      Antes - Vendas de jogadores: exemplos de boa gestão.
      Depois - Negociatas.

      Antes - Vendas de milhões: mas que grande negociador!
      Depois - Vender ao desbarato, Jorge Mendes. Comissões. Mendilhões.

      Antes – Escarrar, escarrar.
      Depois - Fumo electrónico.

      Antes - Adversários perdendo sem grande luta: dominados.
      Depois - Vendidos.

      Antes - Números do campeão: superioridade baseada na ciência.
      Depois - Estatística.

      Antes - Ganhar títulos atrás de títulos; passear classe.
      Depois - Liga de segunda.

      Antes - Erros de arbitragem; joguem mas é à bola.
      Depois - Colinho. Túnel...

      Antes - Penaltis não assinalados: imagens não conclusivas - no fim fica sempre tudo equilibrado.
      Depois - Video-árbitro. Liga Salazar.

      Antes - Titulo com 20 pontos de avanço: campeão de classe.
      Depois - Titulo conquistado na última jornada: campeonato nivelado por baixo.

      Antes - Campeão com 15 pontos de avanço: eficácia, classe.
      Depois - Campeão na penúltima jornada: o menos mau.

      Antes- Ganhar 4/5 campeonatos seguidos: única equipa com nível europeu.
      Depois - Campeão sem qualidade.

      Antes - Achincalhar adversários: ironia do costume.
      Depois - Não se deixar achincalhar: são todos a mesma merda.

      Antes - Campeão, bicampeão, tricampeão, tetracampeão...
      Depois - Campeonato atípico. O clube da Luz. Os encarnados...

      Antes - Reforços de inverno: incompetência de Julho.
      Depois - Competência. Olho para a coisa.

      Antes - Com este presidente todos treinadores são bons.
      Depois - Os treinadores são todos uma bosta.

      Antes - Monopólio do oliveiredo.
      Depois -Fim do putedo.

      Antes –Gritar, insultar, cuspir; pato bravo.
      Depois - Carisma. Comunicar.

      Antes - escuridão.
      Depois - novas tecnologias.

      Antes - Adeptos às cegas.
      Depois - Cego só quem não quiser ver.

      Eliminar
  3. Miguel Guedes eu lembro-me de um jogo dos ENCORNADOS está época. Foi para a taça da liga, levaram 3 do poderoso Moreirense e o árbitro ainda ajudou com a não expulsão desse jogo do PiZI e do Luizão....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E o jogo com o Boavista com 3 golos irregulares?
      E os 2 jogos com o Setúbal com 2 golos irregulares um penalty por marcar?
      E o jogo com o Marítimo com um golo irregular e um penalty sobre o Semedo?
      E o jogo com os Novos Frutados do Campo Grande com 3 penaltis por marcar?
      Quantos pontos perdidos?

      Eliminar
    2. eu estava a perguntar por grandes jogos do benfica. se vai falar de arbitragens, nao saimos daqui. e ainda dizem que o porto e o sporting é que sao os queixinhas

      Eliminar
    3. Não são queixas, são factos! Queixas são culparem o Jorge de Sousa por terem perdido o derby!
      Pedem grandes jogos do Benfica, quando houve vários. Quais foram os grandes jogos dos dragartos? Nem um!
      Os campeonatos não se ganham com grandes jogos, ganham-se com regularidade nas vitórias!

      Eliminar
    4. Já agora, sr. Miguel Guedes, conte-me lá os Grandes jogos que o seu clube fez .
      Será que se está a referir ao baile que o Glorioso deu ao seu Puerto no Dragon ?
      ah ah ah ... Os seus valores devem estar invertidos , meu amigo.
      Temos pena .

      Eliminar
  4. É uma tristeza, meus " senhores ", o " pensar pequenino " de todos estes adeptos frustados " verdascos e tripeiros ".
    Nem com a v/ Santa Aliança Compadria se safam, coitados .
    Se este senhor Miguel Guedes é o comentador do Prolongamento ( se não fôr que me desculpe ) acho que lhe fica mal ... muito mal ... toda esta azia que manifesta em relação ao nosso JUSTISSIMO TETRA .
    Parem de arranjar desculpas para a INCOMPETENCIA dos v/ dirigentes com argumentos RIDICULOS E PATETICOS alheios aos v/ clubes , porque a CULPA VOSSO TETRAJEJUM , para além da COMPETENCIA DO GLORIOSO está ESTÁ NA INCOMPETENCIA DOS VOSSOS DIRIGENTES.
    TEMOS PENA , INFELIZES.
    VIVA O GLORIOSO ; A CAMINHO DO PENTA37 ;

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...