03 fevereiro 2017

O nome sonante desejado por Madeira Rodrigues para o Sporting; Os três alvos do Benfica para a baliza; Marco Silva e uma possível ida para o FC Porto ou Benfica e ainda a saída do Sporting

Marco Silva não deixou de comentar a relação que mantém com Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, e Pinto de Costa, líder do FC Porto. O técnico português recorda o momento em que foi associado aos dragões mas revela que nunca chegaram a exisitir conversações.
"FC Porto? O Olympiacos foi intransigente", atirou o técnico português, em declarações à SportTV, antes de admitir que se sente bem com os elogios dos rivais.
"Luís Filipe Vieira e Pinto da Costa? É uma relação de enorme respeito, muito mais como adversários, o que aconteceu algumas vezes. São duas pessoas com grande passado no futebol português. Acima de tudo é uma relação de respeito. É positivo para qualquer treinador ser elogiado por presidentes adversários", atirou.
Sobre a possibilidade de voltar ao futebol português pela porta do FC Porto ou do Benfica, Marco Silva admite todos os cenários mas antes está a carreira em Inglaterra.
"Quero ser campeão em Portugal mas o meu objetivo próximo é a Premier League e o Hull City. Tentar fazer algo que ninguém acredita: conseguir a manutenção para o Hull City", disse antes de prosseguir.
"Sinceramente não tenho nada estabelecido nesse aspecto. Se eu achar que o projeto é interessante e importante para a minha carreira irei analisá-lo, não tenho nada pré-definido", explicou deixando também a porta aberta ao Sporting.
Marco Silva continua sem dar muitas explicações sobre o alegado desentendimento com Bruno de Carvalho, na altura em que deixou o Sporting. O técnico português, agora no comando técnico do Hull City, garante que recorda da melhor forma a passagem pelo clube de Alvalade mas lembra que o projeto foi "interrompido".
"Adorei estar no Sporting, num projeto que poderia ser de dois anos. Deixei muitas amizades, foi um ano muito bom num grande clube em Portugal que não acabou da foram como queríamos. Foi interrompido um projeto que poderia ser de mais anos mas isso faz parte da nossa vida enquanto profissionais", começou por dizer, em entrevista à SportTV, antes de ser questionado se ficou desiludido com o presidente dos leões.
"Sinceramente, não quero estar a falar sobre isso", finalizou o técnico que com o clube leonino ganhou uma Taça de Portugal.

De três o Benfica quer dois. O fim, no futebol, também é um começo. Fechada a janela de transferências de inverno nas principais ligas europeias, o Benfica mudou de página e já trabalha nos bastidores tendo em vista o fortalecimento do plantel para a temporada 2017/18, mais especificamente no que diz respeito ao leque de guarda-redes, projetando a contratação de pelo menos dois jovens valores com reconhecido potencial na posição. No topo da lista de alvos dos encarnados – que há poucos dias assistiram ao voo de Vanja Milinkovic-Savic do Lechia Gdansk para o Torino – estão três nomes, todos portugueses: Joel Pereira (Manchester United), André Moreira (Atlético de Madrid) e Miguel Silva (Vitória de Guimarães), escreve O Jogo.
A intenção dos gestores benfiquistas de recrutar no mínimo dois guarda-redes no próximo defeso resulta de um dado objetivo, que é a iminente retirada de Paulo Lopes – já a caminho dos 39 anos e com a respetiva ligação contratual a expirar a 30 de junho –, e de um fator probabilístico, relacionado com Ederson e a cada vez mais forte hipótese de transferência para um emblema de primeira linha na Europa, apresentando-se o Manchester City como principal pretendente à aquisição do já luso-brasileiro. Do atual núcleo de guardiões, sobrará apenas Júlio César, que, comprometido com o clube até 2018, completará 38 anos em setembro.
No caso concreto de Paulo Lopes, importa acrescentar que, do lado do empregador, subsiste a pretensão de aproveitamento de valências do camisola 13, realizável por meio da sua incorporação na estrutura do futebol (profissional/formação).
Por ordem de preferência, Joel Pereira (20 anos), André Moreira (21 anos) e Miguel Silva (21 anos) são os guarda-redes pelos quais os responsáveis do Benfica já diligenciam ou se posicionam no mercado. 
Dentro de casa, oriundo da formação e já incluído no plantel do Benfica B, André Ferreira é um jovem que o Benfica quer continuar a ver crescer e desenvolver-se, se possível num contexto de maior exigência competitiva, como sucedeu com Bruno Varela, cujos direitos económicos foram entretanto repartidos com o V. Setúbal, onde é titular.

Marcelo Bielsa, treinador argentino de 61 anos, é um dos nomes que Pedro Madeira Rodrigues pretende ver à frente do Sporting, caso vença as eleições do dia 4 de março, escreve O Jogo. Sem clube, “El Loco” é conhecido pela excentricidade, arrojo tático e feitio difícil, o que levou a que abandonasse a Lázio em julho último. Bielsa conta com passagens por equipas como o Marselha, Atlético Bilbau, além das seleções do Chile e Argentina.
O regresso de Marco Silva foi equacionado, mas o desempenho positivo do técnico em Inglaterra levou o candidato a excluir a ideia, como deu conta ontem na chegada a Lisboa, depois de ter estado em Inglaterra [Londres e Manchester], reunindo-se com investidores. “Teve o seu trabalho boicotado no Sporting, vai ficar muito tempo na Premier League, não é uma possibilidade para nós. Temos três nomes, um é argentino, outro europeu e outro português, e estamos a falar com um prioritário, que terá de ser anunciado antes das eleições”, revelou.
O gestor considerou a sua viagem “produtiva”, elogiando a seriedade dos seus investidores. “Com a nossa formação, há um potencial grande para explorar. Os investidores são gente séria, que não querem aparecer antes das eleições. Não são parcerias com outros clubes”, esclareceu, acrescentando uma justificação para os elogios do seu mandatário, Pedro Ribeiro Ferreira, ao presidente Bruno de Carvalho, criticando a gestão: “Pedi para marcar a diferença. Disse-lhe ‘tens de ser simpático’ e se calhar excedeu-se e foi mal interpretado. Não diria daquela maneira. Há coisas pouco transparentes como o empréstimo de Petrovic, que devem ser esclarecidas.”

5 comentários:

  1. A minha leitura é que nem ele acredita naquilo. Então ele é cego??? Foi ele que tirou à pressa o Layun no jogo contra o Rio Ave antes que fosse expulso, pois ele bem viu que o árbitro lhe perdoou três expulsões

    Se ele sabe isso, porque o diz???

    Diz porque quer ser campeão. A forma como quer ser campeão, lá quer ele saber disso.

    Foi ele que um dia disse:

    "SOMOS PORTO"

    Ele lá sabe porque o disse. Ele lembra-se bem do último jogo que disputou como guarda-redes antes de se transferir para o fcp

    Último jogo que deu mais um título ao seu actual clube e onde ele fez uma exibição que não impediu a vitória do seu futuro clube, logo, logo a seguir a esse jogo do título.

    Lembra-se ele e lembramo-nos nós todos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Experimenta escrever sem estar com os copos, vais ver que não dizes tantos disparates, nem bates na mulher!

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  4. Eu não costumo entrar por aí,mas vendo as SMS de benfiquistas deixadas num post que nada tem a ver com o porto,e o seu conteúdo,; "à 4 jornada tavas fora do título" quando o porto vinha a ser ROUBADO jogo a pós jogo,e não se deu qualquer importância,e agora que a águia está na época da muda da pena já somos casa de preocupação nacional,deixando de ser o Sporting! ,Ou na verdade 'ESTeS'(os dos comentários) benfiquista são uns encarnados,corja e restolho da sociedade, provavelmente são aqueles que iam à porta 18 fazer umas compras à porta18 vinham ao dragão ver jogos e saíam daqui com 5 no lombo! Foste o campeonato todo ajudados com o porto e Sporting a serem empurrados para baixo, independente de jogar bem ou mal,ex: último jogo do Benfica. Sim eu não sou um cavalo com palas nos olhos,em que o único caminho que vejo é o da frente, né o senhor Pedro Guerra?!O medo de um benfiquinha,e não benfiquista, está lhe tatuado no corpo, juntamente com a palavra PORTO, é como um fantasma que atormenta ao longo de anos e anos....Estão a ficar de 'joelhos' os ponta de lança deles nas TVs,já não sabem mais o que dizer (coisas sérias) não jogam como tem sido habitual nas últimas épocas nada,mas esta ainda é pior,o que vos safa,são os árbitros,o mau momento do porto,que pode estar a acabar,e o facto de o Sporting ainda ser 'verdinho' nestas coisas.
    BUuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu benfiquista burro,estás que nem t levantas já,eu vou t comer,buuuuuuuuuuu ,vai para de baixo da cama

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...