05 janeiro 2017

É unânime: Penalti insistente contra o Sporting; Sporting faz ataque à arbitragem; Assistente que marcou penalti contra o Sporting rendeu ao meio-dia o nomeado; Taison pode reforçar o FC Porto

O encontro de ontem conheceu uma mudança por altura do meio-dia. O segundo árbitro assistente, Pedro Fernandes, acabou por ser rendido por Miguel Ribeiro, o mesmo que, aparentemente, terá dado indicação ao seu chefe de equipa, Rui Oliveira, para assinalar a decisiva grande penalidade a favor do V. Setúbal no período de descontos. Segundo O Jogo, a troca ficou a dever-se a motivos de saúde. Porém, depois do ocorrido no encontro no Bonfim, os responsáveis do Sporting ali presentes interrogavam-se sobre quais as razões que estiveram na origem da mudança de última hora.
Rui Oliveira terá seguido as instruções de Miguel Ribeiro na sequência da abordagem de Douglas a Edinho ao cair do pano e o dianteiro dos sadinos encarregou-se ele mesmo de transformar o penálti em golo e afastar o Sporting da Taça da Liga.

Sporting ataca. O diretor de comunicação do Sporting, Nuno Saraiva, expressou no facebook a revolta leonina após a eliminação polémica na Taça da Liga, frente ao Vitória de Setúbal, defendendo a ideia, ainda que de forma indireta, que a prova está feita à medida do... Benfica.
«O cúmulo da falta de vergonha. O que se passou em Setúbal não tem outra classificação possível, e recorro às palavras de Jaime Pacheco há uns anos, «não foi um roubo de igreja mas de catedral». E a única pergunta a que importa responder é esta: se toda a gente, desapaixonada, isenta e desinteressada, diz que não foi penálti, qual foi a verdadeira razão para que o árbitro, instigado pelo seu auxiliar que nem estava escalado para este jogo, decidisse marcar grande penalidade?», escreveu, não escondendo a revolta.
«Aquilo que hoje se passou significa o descrédito total de uma competição, já de si ferida porque pensada e feita à medida de um clube, e um insulto a jogadores, treinadores, dirigentes, adeptos e investidores nos clubes que trabalham diariamente e a retribuição que têm é o enxovalho público e o desrespeito de certos iluminados. Se não puserem cobro a isto, a Taça da Liga nunca passará de uma ópera bufa que podia chamar-se Lucílio Baptista. Ou então, razão tinha o presidente do Benfica quando disse uma vez que para ganhar competições não precisava de ter uma boa equipa mas sim as pessoas certas nos lugares certos. E é neste estado lamentável que está hoje o futebol português.»

Jorge Coroado, José Leirós e Fortunato Azevedo, todos ex-árbitros que compõe o painel de analise de arbitragem do jornal O Jogo, são unânimes: não havia razão para penalti.


O FC Porto tem um novo alvo de mercado. O brasileiro Taison é o escolhido para reforçar o flanco esquerdo do ataque. Segundo avança o jornal Record, na edição desta quinta-feira, o empresário Alcione Dornelles confirmou o interesse dos dragões no jogador brasileiro. No entanto, o salário poderá ser um entrave ao negócio.
O representante do jogador afirma que Taison tem contrato com o Shakhtar até dezembro de 2017 e segundos relatos no Brasil, a saída imediata custaria 5 milhões de euros aos cofres dos dragões.
"O FC Porto é uma hipótese que agrada ao Taison mas, repito, é preciso conversar primeiro com o Shakhtar", atirou o representante.
Esta temporada, Taison conta com seis golos em 24 jogos e tem sido presença ocasional na seleção brasileira.

24 comentários:

  1. Para mim, e as imagens são claras, foi um penalty claríssimo. Rasteira nas pernas do Douglas e encosto nas costas. Derrube do jogador impedido de controlar a bola. Os comentadores das TV, mesmo sportinguistas, viram o mesmo que eu.
    O resto é mau perder. Perderam porque tinham uma média de idades superior. O penalty não teve nada a ver com isso. Incompetência da estrutura.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se fosse o Lindelof já não era pênalti lampião...tiras as palas. Não há penalti nenhum.

      Eliminar
    2. Se fosse o Lindelof, ou pior ainda, o Luisão, isto era para ti um penalty claríssimo. Tira as palas.

      Eliminar
    3. Méééééééééé

      Lagarto tira as palas tb..E o pênaltie anterior...Feito pelo Coates? Não conta!

      Joguem a bola! Melhor treinador do mundo, melhor plantel em Portugal. E Não jogam nada!!!
      Melhor academia do mundo e perdem no desempate por idades!

      Méééééééééé

      Eliminar
    4. Não sei se é mais estúpido defender que "foi um penalty claríssimo" ou que "o penalty não teve nada a ver com a derrota".

      Como é possível um penalty marcado no último segundo (é que nem é no último minuto) que dá a vitória a uma equipa não ter nada a ver com a derrota da outra.

      Só mesmo um cérebro de galinha...

      Eliminar
    5. Já o penalty por marcar ao minuto 70 em nada mudaria o jogo...

      Eliminar
    6. E o golo mal anulado aos 46 min também não mudava o jogo... e os vários fora de jogo mal tirados na 1 parte também não mudava o jogo.

      Eliminar
    7. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    8. E marcar as oportunidades perdidas tb era capaz de mudar o jogo...
      O Benfica teve um penalty por marcar e um golo anulado. Ainda assim conseguiu ganhar.

      Eliminar
    9. Jogar com o Setúbal fora é a mesma coisa que com o Vizela em casa?

      A "justificação" de "tem que ganhar à mesma" é uma tentativa de racionalizar algo que está de facto errado.
      Tanto um jogo como o outro tiveram falhas graves. A diferença sendo que num essas falhas prejudicaram muito, e noutro nem tanto. A gravidade das falhas é a mesma, mas o impacto foi diferente. E isso não depende necessáriamente da qualidade de jogo da equipa.

      Por exemplo, se o Danilo não fosse expulso, o Porto perdia à mesma? Nunca saberemos. Mas sabemos que sendo mal expulso perdeu. É uma situação que nunca devia ter existido e alterou o desenrolar natural do jogo.
      O Benfica mesmo ganhando, tem razão de queixa, uma vez que o árbitro alterou a verdade desportiva. Não é por ter ganho que ficou tudo ok, assim como não é por Sporting e Porto terem perdido que mereciam perder

      Eliminar
    10. O André Silva... já o chamavam de piscinas se ele fizesse isto. O lindelof quase lhe arrancou a camisola e dizem que ele se atirou ao chão, um sopro do Douglas é logo penalti. Adoro a coerência.

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. COPIADO DA NET
    DESABAFO DE UM SPORTINGUISTA
    NÃO CARNEIRO

    ""Sou sportinguista e só tenho a dizer o seguinte ao senhor JJ:
    -joguem mais à bola e não falhem golos de baliza aberta
    -o penalti se não fosse marcado aceitava
    -e sendo marcado também aceito
    -é daqueles que dá para os dois lados
    (se fosse contra o benfas não marcavam)
    -mas houve um penalti de coates por puxão
    na camisola que não foi assinalado

    PORTANTO repito
    joguem mais à bola, pouca conversa, esqueçam o benfas
    porque já vamos com 9 derrotas

    Se fosse na tropa já estavam a encher

    JOguem mais, joguem mais pq são pagos para isso ""

    ResponderEliminar
  4. JJ não é mais critico com os árbitros porque lhes deve os campeonatos que consegui no benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por isso na 1° época no scp acho que em moreira de conegos ele diz ao arbitro associado da casa das galinhas em Fafe que "eu sei o que fizeste o ano passado"!
      Ahhh o slbosta emprestou 3 jogadores ao Fafe (porque sera?!) em cado de aperto jogam os 3 contra o slb e a direcao diz que nao se lembrou e o slb ganha sempre! Tal e qual o farense o ano passado lembram-se??

      Eliminar
    2. Portanto, o clube beneficiado é aquele q ganha com um penalty a favor por marcar e um golo possivelmente mal anulado? Já o clube prejudicado é aquele q beneficia dum penalty contra por marcar ao minuto 70 de jogo?
      O Alcochetense e a logica n combinam.

      Eliminar
    3. ^
      Foram os dois preudicados, e têm ambos razão de queixa. Sendo que num dos casos, tendo havido perdido o jogo, o impacto das decisões erradas pode ter sido maior.

      Eliminar
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  7. Continuem a justificar todos os males com as arbitragens que não vão a lado nenhum. Olhem para dentro, percebam onde estão as carências da equipa, que erros têm sido cometidos e dêem estabilidade à equipa! o resto é areia para os olhos. Não foi o SCP/FCP que correu de lá com o Duque para colocar o Proença, e o Vitor Pereira para colocar lá este novo???

    ResponderEliminar
  8. Há bons oftalmologistas para tratar do problema dos senhores do Tribunal do Jogo. Será que eles já viram o agarrão do Coates na área dos lagartos? Esse lance não foi ao tribunal; a prova é ilegal...

    ResponderEliminar
  9. Eu não teria marcado penalti como não marcaria metade dos penaltis que se marcam em Portugal. Futebol implica contato. Mas em nome da coerência não vejo ninguém falar do puxão da camisola do Coates por volta dos 70 minutos de jogo, situação muito mais clara mas completamente silenciada na comunicação social. Só por isso o Sporting não tem razão. Ou o árbitro se enganou para as duas equipas ou é melhor não dizerem nada. Podem consultar a página do FB do Edinho Silva que está lá o vídeo do lance. Junto o link da foto: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1328105860544201&set=p.1328105860544201&type=3&theater

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...