27 dezembro 2016

Nélson Semedo junta-se a Lindelof no United; Quaresma pode estar de regresso ao FC Porto; As razões que podem levar Bruno de Carvalho a não se recandidatar

O acordo entre o Benfica e o Manchester United tendo em vista a transferência de Nélson Semedo e Victor Lindelöf está iminente. Segundo o jornal Record, os dois clubes colocarão o preto no branco muito brevemente, permitindo aos encarnados avultado encaixe financeiro.
O lateral-direito e o defesa-central estão a um curto passo de deixar a Luz. Mesmo que os valores não sejam ainda conhecidos, Semedo, de 23 anos, será mais caro do que o internacional sueco, de 22. Aliás, pode ser o português mais caro de sempre, ultrapassando João Mário – o Sporting vendeu-o ao Inter por 40 milhões de euros, embora possa arrecadar mais 5 milhões, em objetivos, escreve o diário.
O português, depois de uma época em que viu a sua afirmação no onze travada por grave lesão no joelho direito, iniciou 2016/17 a todo o gás, conquistando o lugar no flanco direito da defesa. Além de ter garantido o regresso à Seleção, Semedo foi premiado com revisão salarial. Em consequência disso, viu disparar a cláusula de rescisão para 80 milhões de euros, a mais alta do futebol português, atualmente.
O acordo pelo camisola 50 deverá, igualmente, ficar fechado ainda antes do dossiê Lindelöf, não obstante a venda do sueco ter ficado muito adiantada quando Luís Filipe Vieira se deslocou a Inglaterra, a 19 deste mês.

Bruno de Carvalho (BdC) está realmente a equacionar se deve ou não recandidatar-se à presidência do Sporting. Segundo o Record, o líder leonino está em reflexão há algum tempo, já deu várias pistas sobre o tema, desde o discurso no jantar do Grupo Stromp à mensagem de Natal aos sportinguistas, e vai tomar a decisão final nos próximos dias.
O diário diz saber que são várias as razões que levam o presidente do Sporting a repensar a continuidade, apesar de ter chegado a defender que seria representante máximo do clube durante 20 ou 30 anos, à imagem de Jorge Nuno Pinto da Costa, líder do FC Porto desde 1982. A primeira e mais óbvia, a avaliação do trabalho desenvolvido até ao momento e a não conquista do título de campeão no futebol, um dos maiores desígnios da sua liderança. Segundo fonte muito próxima do presidente, este está ciente das muitas coisas positivas já concretizadas no futebol do clube, que nada tem hoje a ver com o que encontrou em Alvalade após o reinado de Godinho Lopes.
BdC sabe que já conquistou uma Taça de Portugal, uma Supertaça, conseguiu duas qualificações diretas para a Champions e elevou o nível competitivo da equipa para níveis há muito distantes de Alvalade. Por isso, e mantendo a ambição e confiança na conquista da Liga não obstante os 8 pontos de atraso para o rival Benfica, entende que não podem ser os resultados desportivos a comandar a decisão. Não consegue deixar de sentir um sabor amargo pela ausência do título; quer reavaliar com os que lhe são próximos, perceber o que sentem os sócios, mas crê que há muito trabalho feito em prol do clube, ou seja, tem reunido mais importante para a decisão.
No jantar de Natal com os sponsors, BdC proferiu uma frase capaz de intrigar os presentes e levantar questões na sala. Aconteceu quando afirmou que se "sentia o louco esquizofrénico à janela" e que ninguém aguentaria "mais quatro anos como os que passou em Alvalade". A mesma fonte garante que este sentimento prende-se com a falta de apoio que sente de alguns sectores em relação a batalhas que sentiu como vitais para a afirmação do próprio Sporting. BdC entende estes pontos como fulcrais, tendo como exemplos a questão dos fundos e a batalha jurídica com a Doyen, onde até teve a FIFA a seu lado - o que só reforçou o lamento por sentir que os sportinguistas não aderiram à causa; os títulos, alterados a favor do Benfica em anos anteriores e em que sente que o Sporting foi espoliado; e o caso dos vouchers, que entende fazer parte de um projeto de domínio do futebol português por parte do Benfica, que recusa e deseja combater enquanto líder dos leões.
O problema que Bruno de Carvalho diagnostica como mais grave no atual Sporting - escreve o Record - é a falta de militância. Não a do ‘povo’ leonino: esse, sente-o a seu lado, batendo recordes de assistência em Alvalade e apoiando a equipa por esse país fora; quem não vê a seu lado, na defesa do clube, são os sportinguistas colocados em lugares influentes. Políticos, gente da comunicação, da Procuradoria-Geral da República e até dos tribunais. Bruno de Carvalho sente que estes pensam primeiro em deixar pública a sua independência, prejudicando, por vezes, o clube para que não se pense que se deixam influenciar. São estes leões em altos cargos que gostava de ver a defender o clube e sem os quais pensa que poderá ser impossível levá-lo aos lugares em que sonha colocá-lo.
Bruno de Carvalho sente-se cansado das manobras de bastidores do futebol português. Fonte próxima do presidente do Sporting disse ao Record que este ama o desporto em si e o clube que representa, mas que está algo cansado daquilo que entende como os vícios do futebol nacional. O líder leonino lamenta a influência que estes jogos de bastidores assumem junto de federação, liga e até de instâncias decisórias, as quais entende que deveriam estar imunes a intromissões.
No fundo, Bruno de Carvalho começa a pensar se valerão realmente a pena tantas guerras, sabendo que os sportinguistas poderão estar cansados das mesmas, por verem o presidente demasiado sozinho. Mas a verdade é que as mesmas fontes nos garantem que, nisso, o líder do clube não está disponível para mudar. Entende que só construindo um Sporting respeitado e que lute por valores e ideais presentes desde a fundação, poderá respeitar verdadeiramente o cargo para o qual foi mandatado em março de 2013.

Quaresma pode regressar? Quaresma poderá regressar ao FC Porto em janeiro, de acordo com a Rádio Renascença, que garante que o nome do extremo está em cima da mesa da SAD para o reforço da ala, que ficará sem Brahimi durante cerca de um mês. 
O jogador do Besiktas, muito querido pelos adeptos portistas, já está a ser associado desde que houve uma explosão junto ao estádio do clube turco.

19 comentários:

  1. Mas ha alguma duvida que o badochas vai-se candidatar? Mais uma propaganda do gordo que nunca ira largar o poder, a menos que os adeptos o mandem para o esgoto de nunca devia ter saido!

    ResponderEliminar
  2. Ainda vai demorar uns anitos pra acabar com a cultura de medo de 30 anos mafiosos. Primeiro a mafia azul baseada na violencia , agora a mafia vermelha baseada no insulto, na ameaça, nos esquemas e corrupção pela "calada".

    É obvio que com um poder politico e federação cobarde ou alinhado, mas sempre fraco e carente, ninguem vai atuar sobre este estado de coisas. 2 golos irregulares em guimaraes e 2 penaltis por marcar na luz fazem tambem a diferença entre o primeiro e o 4º lugar, entretanto ninguem marca penaltis contra o benfica sem sofrer retaliações que podem chegar á expulsao da arbitragem.
    Será preciso coragem, mas tivemos 3 anos pra ver que estes nao a teem.

    O antigo presidente da liga até abalroado de carro foi, ao velho estilo mafioso, por tentar combater a gatunagem das nadegas.

    Ja nem se fala no vergonhoso estado em que caiu a imprensa, paga para difamar e insultar diariamente tudo que tenha a ver com o SCP, e ignorar tudo que seja prejudicial ao benfica, nem que tenham de chegar ao absurdo de vir dizer que o video arbitro não ajuda.

    Até nos pormenores se vê a cobardia, basta ver a que horas foi publicada aqui no blog o "premio" do renato.

    Gostava que o BdC continuasse a combater esta escumalha disfarçada de DDTs, mas penso que se houver outro candidato pra continuar a luta, seria melhor pra ele, o desgaste destes combates é enorme quando o silencio dos justos continua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vives numa realidade virtual. Calimeros anjinhos com asinhas mas depositaram dinheiro na Madeira na conta de árbitros e contrataram os filhos de quem manda na arbitragem. Todinhos dos inocentes

      Eliminar
    2. O prémio mafia do insulto vai para o lagartal... Se há coisa q fazem bem é insultar os outros.

      Eliminar
    3. Deves ser do clubezeco que venceu apenas 4 campeonatos iniciados depois do 25 de abril de 1974.
      Deves ser do clubezeco que teve os seus melhores anos no fascismo, com 2 presidentes da Legião Portuguesa, um deles famoso por entrar armado no balneário dos árbitros.
      Deves ser do clubezero que roubou o FCP numa final da Taça e o premiou com uma viagem á China para no regresso roubar o Belenenses na 1º jornada de um dos poucos campeonatos em que foste campeão.

      Eliminar
  3. Sim, o combate contra Godinho e PPC foi um dos combates do BdC, bem lembrado, mas nao basta, o cancro maior está instalado na Federação e governo, nao é nos clubes.
    Claro que as cabeças vermelhas ja estão formatadas por horas e horas de pedrinhos guerras, ja nao conseguem ver a realidade nem que o vieira lhes mate a mulher com um machado, provavelmente diziam que nao foi falta.

    ResponderEliminar
  4. Portanto, lindeloff por 45M +10M, semedo por mais de 45M, é isso? 100 Milhoes por mais dois jogadores medianos , depois dos 200M do talisca no verão, está muito bom.
    O azar é que a probabilidade de ganharem o euromilhoes é maior do que receberem qualquer destes valores por esses jogadores. Aldrabices dos jornais do Mendes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este negocio só era possível em pacote, vai sair o Nelson por valores mais altos para assim não pagarem ao Visteras, clube com o qual o Benfica mantêm uma divergencia por causa do Lindeloff

      Eliminar
    2. E o do Lindelon? Não? É só com um f;)

      Eliminar
  5. Os vouchers, a porta 18 com o director na prisão, a mala no final da época passada para safar a equipa B de cair na 2ª. liga, etc.etc.

    A lampionagem olha para o que se possa passar na casa do vizinho, para não se lembrar do que se passa na sua.

    São os Acéfalos estes lampiões tristes! Vão ganhando com os favores que se conhecem, mas quando isso deixar de acontecer, virá a crise e desta vez bem maior que as do tempo de Jorge de Brito e do Vale e Azevedo e nesse caso os bancos não estarão dispostos para lhes dar mais crédito, tipo BES de 100M€, porque de Bruxelas donde vêm agora as ordens, não será dada autorização para poderem aguentar o barco de mais de 600 milhões de passivo.

    Pobres galinhóides! Lá virão outra vez fazer peditórios públicos nos cafés e lançar mais "Golds" aos adeptos embrutecidos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Bruxelas, donde agora vêm as ordens..." e dps espera esta criatura ser levada a sério... se sabes tanto, explica-me donde vem tanta ordem? Como são preparados os regulamentos do Conselho e da Comissão? Quem é ouvido?

      Eliminar
  6. Com a pergunta que fazes, demonstras quanto burro ÉS!!!

    Então não sabes que os bancos em Portugal estão sujeitos ao escrutínio de Bruxelas e seus agentes, como o BCE? E que os créditos a clubes, entre outros, acabaram?

    Também ainda não compreendeste porque é que o teu clube mudou de estratégia? Passou-te ao lado que o BES já não existe e que mais nenhum banco dará um crédito de 100M€ como vocês tiveram desde 2009, que passou a calote de bem mais?

    Que tristeza ver tanta estupidez! Anda uma certa cambada de ignorantes a comentar sobre os outros clubes e nem sequer sabe do quem se passa no seu!
    Vocês antes de vomitar sobre os outros, deviam primeiro fazer como o macaco; rapavam os sovaquinhos e veriam que teriam muito a rapar.
    Nem aquilo que mais te deveria interessar que são as coisas que te possam tocar na tua vida quotidiana sabes!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Frases taxativas são contigo rapaz. Quem escreve assim deve saber do que fala. Apenas mais umas perguntitas sobre a União Europeia para clarificar de vez a questão:
      1 - Sabendo nós, tu antes de todos claro está, que o BCE está sediado em Frankfurt, porque dizes que Bruxelas manda nisto tudo e dps falas no BCE? Isto tendo sempre presente, como presumo q devas bem saber pq tens a matéria bem estudada, que o BCE é um órgão independente.
      2 - Sabendo nós, e tu antes de todos, que na UE o poder é tripartido Entre a Comissão, o Conselho e o Parlamento, podes dizer-me em q medida é q cada um deles manda nisto tudo?
      3 - Sabendo nós, e tu antes de todos, que as definições usadas são importantes, qual a medida de escrutínio de que falas qdo falas em escrutínio?
      4 - Ainda sobre a importância das definições, quem são os agentes de que falas? Eu, na minha ignorância apenas conheço os agentes da polícia.

      Obrigado pela resposta pronta

      Eliminar
  7. Ó rapazola lampião!

    Depois das perguntas que fazes, todos que te lerem ficam com a ideia que não acompanhas o que se passa no País e na UE, que desconheces as regras que esses e mais FM impuseram por cá! Que lástima rapazola...que lástima!

    Assim, como podes tu acompanhar e saber o que se passa no teu clube, sobretudo das restrições financeiras a que agora está sujeito, mais os outros, da parte dos bancos?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Impressionante como consegues N responder a uma única questão clamando "Ó da Guarda". A ignorância é de facto atrevida.

      Eliminar
    2. Ignorante és tu que precisas que te descreva aqui o que tem acontecido nos últimos 8 anos em Portugal e na UE.

      Eliminar
    3. Engraçado q quando confrontado nas tuas verdades reduzes-te a um "quem diz é quem é". E nem notas q em momento algum se questiona a crise de 2008 e suas consequências. Apenas a tua percepção de que Bruxelas "manda nisto tudo".

      Eliminar
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...