30 dezembro 2016

João Benedito e as eleições do Sporting; A revolução de BdC; O reforço que o Benfica já não deixa fugir

O Benfica alinhavou nesta semana os detalhes finais da contratação de Pedro Pereira e, escreve O Jogo, o presidente Luís Filipe Vieira espera anunciar o acordo nos primeiros dias de janeiro. O avanço na negociação com a Sampdória aconteceu por força da concorrência do Bournemouth, que nos últimos dias se mostrou disposto a desembolsar até cinco milhões de euros pelo lateral-direito, com direito a ordenado próximo de um milhão de euros limpos por época.
Prontos a pagarem aproximadamente três milhões de euros, além de envolverem o passe de Djuricic na troca com o emblema italiano, os encarnados levaram a melhor na disputa porque o jogador de 18 anos bateu o pé e reforçou o desejo de regressar à Luz, de onde saiu em 2015. Nem mesmo o salário inferior ao oferecido pelos ingleses fez o lateral ignorar a investida das águias. Nos tricampeões, Pedro Pereira assinará por cinco épocas e meia e será o futuro substituto de Nélson Semedo.

João Benedito, antiga glória do futsal do clube, coloca de lado a hipótese de integrar uma candidatura da qual não seja cabeça de lista. Ou seja, só avança para eleições na condição de se apresentar ele próprio ao cargo de presidente.
Segundo o Record Benedito pretende demarcar-se dos candidatos que já se apresentaram e de outros que possam vir a anunciar-se, contrariando, portanto, o que Pedro Madeira Rodrigues anunciara no momento em que oficializou a sua própria candidatura. "Conto que o João Benedito irá apoiar a nossa candidatura. Revê-se no que defendemos e conto com o apoio de João Benedito", revelou.
Mais do que descartar a intenção de integrar outra lista, o diário escreve que a possibilidade de ir a votos é cada vez menor. Depois de um período de reflexão, João Benedito pondera agora afastar-se do cenário eleitoral. 

Bruno de Carvalho avança em força para as eleições do próximo dia 4 de março e dá forma às listas a apresentar no sufrágio. Depois de ontem quebrar o tabu e tornar oficial a sua recandidatura, o presidente do Sporting prepara uma nomenclatura diferente da que encabeçou em 2013, sendo que, escreve O Jogo, entre várias saídas a anunciar, não está ainda garantida a continuidade de Carlos Vieira, peça fundamental na equipa que governou os destinos do emblema de Alvalade nos últimos quatro anos. O responsável sempre manifestou solidariedade para o exterior, mas tem pontos de discordância com Bruno de Carvalho, os quais não foram ainda superados. A incerteza em torno do vice-presidente para a área financeira configura um processo diferente do que envolve outras personalidades afetas ao atual Conselho Diretivo. Elementos como Torres Pereira, António Rebelo (vices) e José Quintela (vogal) têm vindo a perder relevo na orgânica, razão pela qual Bruno de Carvalho pretende promover na hierarquia vogais como Bruno Mascarenhas, Luís Roque e Alexandre Godinho. Mais jovem, o trio é mais próximo do presidente, tendo ganho projeção nos últimos anos do mandato. Já Carlos Vieira continua a ser visto como quadro de primeira importância, mas, segundo o diário, Bruno de Carvalho não tem a garantia de que o financeiro integre as listas de recandidatura. Quanto a Jaime Marta Soares (Mesa da Assembleia Geral) e Bacelar Gouveia (Conselho Fiscal e Disciplinar), devem permanecer nas listas e nos mesmos cargos. O Conselho Leonino manterá por ora o mesmo figurino, depois de serem solicitadas alterações ao seu funcionamento. Mau grado a sua discrição, Carlos Vieira é dos mais destacados e considerados vice-presidentes deste Conselho Diretivo. O dirigente assumiu papel relevante na reestruturação financeira levada a efeito com as entidades bancárias parceiras dos leões; envolveu-se em processos relativos a negociação com jogadores, desde entradas a saídas, passando por renovações contratuais; representou o Sporting em reuniões da Liga de Clubes, contactou potenciais investidores e empregou-se no acordo estabelecido com a NOS.

5 comentários:

  1. e a auditoria avança ou não ???

    estará com medo???

    quem meteu agora dinheiro na sad???

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. se está com medo é simples, em vez de comprar um cão, é mudar os estatutos para praticamente só o Bruno de Carvalho se poder candidatar.

      chamava o novo candidato, o nao sei que Madeira, para braço direito e já era menos um opositor e depois esperava a ver quem aparecia como candidato para dar-lhes um tachinho...

      mas, onde é que eu já vi isto??

      Eliminar
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...