20 dezembro 2016

Candidatou-se contra BdC e recebeu logo ameaças para a mulher e filha; Proposta do Benfica recusada;

Paulo Paiva dos Santos decidiu desistir da candidatura à presidência do Sporting, menos de doze horas depois de a ter oficializado. Fontes próximas do fundador da Farmacêutica Generis denunciaram ao jornal Record a existência de ameaças nas horas seguintes à formalização da intenção de concorrer com Bruno de Carvalho à liderança do clube. O empresário prometeu esclarecer este episódio nos próximos dias.
Paulo Paiva dos Santos terá sentido a integridade física de suas mulher e filha em risco, através de comentários e mensagens que lhe foram chegando ao longo da madrugada seguinte à derrota com o Sp. Braga. O anúncio da candidatura foi feito via Facebook, um par de horas depois, tendo Record testemunhado a existência de injúrias assim que Paiva dos Santos anunciou a intenção de concorrer. "Face ao actual momento que vive o ‘nosso Sporting’, informo oficialmente que serei candidato às eleições presidenciais do Sporting Clube de Portugal", escrevera, na sua página do Facebook, anteontem. Os comentários sucederam-se, na maioria depreciativos e injuriosos. Foi, porém, na caixa de mensagens desta rede social que as ameaças subiram de tom, ao ponto de se sentir na obrigação de suspender a sua conta no Facebook.
Apesar de ter desistido da intenção de se candidatar, Paulo Paiva dos Santos não coloca de parte a possibilidade de integrar outra lista, tal e qual havia revelado a Record, anteontem.
Sócio do Sporting desde 1977, antigo andebolista dos leões, este empresário foi candidato à vice-presidência do clube em março de 2011, então pela lista de Pedro Baltazar, igualmente derrotada pela de Godinho Lopes. Essa assembleia eleitoral ficou marcada por confrontos entre apoiantes de Bruno de Carvalho (outro dos derrotados) e Godinho Lopes (presidente eleito), levando, aliás, o agora líder leonino a acusar o antecessor de ter forjado resultados para evitar a derrota nesse sufrágio.

O Envigado recusou a primeira oferta do Benfica por Cristian Arango, avançado colombiano, de 21 anos, que está a ser negociado para reforçar os encarnados. Fonte próxima do clube revelou ao jornal Record que o valor colocado em cima da mesa estava longe do inicialmente acordado, pelo que as partes continuam a conversar.
A direção do emblema colombiano espera agora que o Benfica retifique a proposta para um valor que já satisfaça o clube. Só depois Arango fará os exames médicos e assinará contrato, ao que tudo indica, até 2022.
O Envigado espera encaixar 2 milhões de euros com a venda de Arango, jogador que já tem alguma experiência acumulada no futebol europeu – em 2015/16 foi emprestado ao Valencia e realizou 26 partidas na equipa B. Os valores oferecidos pelas águias terão ficado distantes.

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Caso desconheçam, "Record" ,"Correio da Manha", "A bola", "fontes seguras" e "fontes proximas" é código para "aldrabice lampiã".

    E para informação de quem hibernou nas ultimas decadas, "assassinato com very-light" , "agressão a arbitro" , "agressão a arbitro" , "intimidação de dirigentes desportivos", "saqueamento de armazéns" , "conflituos com policia" é sinonimo de benfica.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    2. Méééééééééé

      Eliminar
    3. O rebanho dos cães de fila do Bruninho!!

      Eliminar

    4. Os galinhóides agora sofreram uma mutação e já não cantam a canção deles o CÓCÓRÓCÓCÓ.

      Eliminar
  3. Toda a gente no Sporting sabe disso. É por isso que esses jornais já só escrevem para o lampião. São os únicos que compram aquela porcaria.

    J.

    ResponderEliminar
  4. Os ENCORNADOS devem deliciar-se com estas notícias

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...