06 dezembro 2016

Benfica perde ação judicial contra Bruno de Carvalho; Os dois novos reforços do Sporting; France Football vai entregar o prémio a CR7, garantem na...Catalunha

Sporting anuncia contratação de dois talentos angolanos
O Sporting anunciou esta terça-feira que chegou a acordo com o 1.º de Agosto, de Angola, para a transferência a título definitivo dos jogadores Gelson Dala e Ary Papel.
O avançado de 20 anos e o médio ofensivo de 22, respetivamente, assinaram contratos válidos a partir de 1 de janeiro de 2017 até 30 de junho de 2019, ficando com cláusulas de rescisão de 60 milhões de euros.
No mesmo comunicado, os leões revelam que a SAD sportinguista fica ainda com opção de renovação até 2022 a ser exercida até 10 de maio de 2019.

Vitória de Ronaldo. O jornal "Mundo Deportivo" antecipa, na sua versão online, a distinção de Cristiano Ronaldo como melhor jogador do ano para a "France Football".
De acordo com o diário catalão, os enviados especiais da revista francesa estarão em Madrid na próxima quinta-feira para entrevistar o jogador português. Ronaldo irá posar para a foto que irá ilustar a primeira página da "France Football" da próxima semana, com a Bola de Ouro nas mãos.
A revista começa a desvendar o nomes dos jogadores mais votados, em contagem decrescente, na segunda-feira, com o nome do vencedor a ser anunciado pelas 19h00.
Ainda segundo o "Mundo Deportivo", Messi ficará com a Bola de Prata. A confirmar-se, Ronaldo conquistará a sua quinta Bola de Ouro, igualando Lionel Messi. A "France Football" atribui a Bola de Ouro de forna independente, depois de nos últimos anos o prémio ter sido uma acção conjunto com a FIFA. O prémio da FIFA será entregue a 9 de Janeiro.

Benfica perde ação. O Tribunal Arbitral do Desporto já se pronunciou sobre as críticas de Bruno de Carvalho ao Benfica no chamado caso dos vouchers. E decidiu favoravelmente ao presidente do clube de Alvalade, mandando arquivar a queixa dos encarnados que pretendiam ver o líder do Sporting punido por lesão da honra e reputação.
No acórdão, a que o jornal Record teve acesso, pode ler-se que "não houve ilícito disciplinar" por parte de Bruno de Carvalho: "Tem o direito à crítica, ao abrigo da liberdade de expressão, não tendo ultrapassado os limites, tratando-se de pessoas públicas." No mesmo documento, fala-se ainda de um estilo muito próprio do presidente do Sporting, mas fica bem claro que "não visou colocar em causa a honra e a reputação do Benfica".
O processo inicial foi aberto há pouco mais de um ano, após uma entrevista de Bruno de Carvalho à TVI24. Na altura, a Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga separou-a em duas partes: por um lado a questão dos vouchers em si mesma; por outro lado a questão das críticas. Ambas foram arquivadas pelo Conselho de Disciplina da FPF.
Nem Benfica nem Sporting concordaram com a decisão tomada pelo CD e ambos recorreram para o TAD. A resposta à queixa das águias levou à abertura do processo número 13/2016 e foi agora arquivada. A dos leões, que deu entrada no mesmo dia com o número 12/2016 mantém-se à espera de decisão.

8 comentários:

  1. o Kadhafi dos pneus deve pensar que isto ainda era como no tempo do Inzébio...
    de derrota em derrota até à humilhação domingueira.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
  2. Vai fazer companhia a Jorge Mendes

    ResponderEliminar
  3. Fonix.. vale tudo neste país de malabaristas. Ninguém tem tomates para fazer seja o que for com seriedade e profissionalismo. Que puta de vergonha. Na minha opinião das duas uma: ou realmente o Benfica teria de ser punido pela prática de ofertas ilegais ou o BC teria de ser punido pela prática de calunia. Parece-me bastante simples, agora nem uma coisa nem outra parece-me uma anedota de pais de terceiro mundo. Estamos bem arranjados com esta pseudo justiça. De rir

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O BdC denunciou as ofertas, mas se as mesmas forem consideradas legais nao quer dizer que o BcD tenha que ser considerado culpado...Uma vez que está provado que existem ofertas.

      Eliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...