30 dezembro 2016

Académica vence Sporting B; Falou em "ladroagem" e APAF pede castigo severo

No último jogo de 2016 da Liga 2, a Académica recebeu e bateu o Sporting B, por 1-0, no Estádio Cidade Coimbra. Rui Miguel, de grande penalidade, deu a vitória à equipa de Coimbra aos 43 minutos.
Com o nono triunfo na competição, a Académica subiu ao 4.º lugar, com 33 pontos. Os leões encontram na 13.ª posição, somando 25 pontos. Foi a 4ª derrota nos últimos cinco jogos dos leões.

O presidente da Associação Portuguesa de Árbitros de Futebol (APAF), Luciano Gonçalves, lamentou esta sexta-feira as declarações de Costinha sobre as arbitragens, e pediu castigo severo para o treinador da Académica.
"É mais do mesmo. Estes comportamentos têm vindo a ser, infelizmente, recorrentes vezes demais e nós temos que pôr um travão a este tipo de comentários, que metem em causa a seriedade e a honorabilidade das pessoas", considerou Luciano Gonçalves à agência Lusa.
O presidente da APAF lamentou ainda que esta nova polémica "tenha vindo de uma pessoa com uma responsabilidade tão grande no futebol" e que "não deixa outra hipótese do que levar o caso até às últimas consequências".
Luciano Gonçalves confirmou ainda que a APAF, em conjunto com o Conselho de Arbitragem (CA) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), já fez seguir as declarações de Costinha para o Conselho de Disciplina (CD).
"Vamos esperar que [que o CD} atue em conformidade e aplique um castigo que seja digno destas declarações, que não se compreendem. É difícil perceber como é que no futebol profissional existam pessoas com responsabilidade tão grande a terem este tipo de declarações", disse.
Em causa estão declarações de Costinha proferidas no lançamento do jogo desta sexta-feira dos estudantes com o Sporting B, da 20.ª jornada da II Liga, em que, referindo-se ao encontro anterior, na visita ao Vitória de Guimarães B (derrota por 2-1), disse que "não foi uma arbitragem, foi ladroagem".
"Não tenho a mania dos fantasmas, admito que eles [árbitros] se possam enganar, mas quando os adversários também ficam perplexos com o que está a acontecer é sinal que há algo de estranho", disse ainda Costinha.
Luciano Gonçalves aponta a ironia de esta situação surgir após o presidente do CA, Fontelas Gomes, ter apelado, num artigo de opinião publicado no jornal Público, à contenção, com a garantia de que não deixaria passar em claro declarações que colocassem em causa o bom nome dos árbitros.
"É este tipo de comportamentos que nos faz pensar a nós, estrutura da arbitragem, que provavelmente, se calhar, não é com diálogo que se põe travão a este tipo declarações e comportamentos. Não se compreende", acrescenta o presidente da APAF.
Luciano Gonçalves frisou que os árbitros irão ser sempre, até para bem do futebol, alvo de críticas, mas apelou a que "sejam construtivas e que não coloquem em causa a seriedade e a honorabilidade, nem levantem suspeições".
"Se existem suspeições e criticas a colocar em causa a verdade desportiva então que se prove. As pessoas que falam desta forma e que levantam este tipo de suspeição têm que, nos lugares próprios, provar que existe este tipo de comportamentos que eles dizem", disse ainda o dirigente.
O presidente da APAF entende este género de comportamentos com o facto de "as pessoas não quererem mesmo mudar e dar, assim, o contributo que o futebol merece, preferindo justificar todos os seus insucessos através da arbitragem".

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não foi esta semana que este tomou a vacina.

      Eliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...