10 agosto 2016

"Relvado? O problema é do Benfica"; Aboubakar quer voltar a França

Gilberto Coimbra, presidente do Tondela, rejeita as críticas que são apontadas ao Tondela, pelo mau estado do relvado e mesmo fora do país, em declarações à RR, deixa um aviso: "É um problema que é do Benfica. O estádio está em ordem e o campo está em ordem, portanto, é um problema que é do Benfica".
Mesmo estando ausento do país, o dirigente do clube beirão não se atemoriza com as alegadas ameaças de não comparência do campeão português, no Estádio João Cardoso. Gilberto Coimbra diz mesmo que não foi contactado por ninguém do clube da Luz e que existem condições "totais" e que o campo "está em ordem" para o realização do embate de sábado.
O presidente do Tondela não gosta de ouvir falar de "peladas" no relvado, ou seja, ausência de relva, preferindo explicar que as zonas mais degradadas são partes da "relva um pouco seca". Indo mais longe, o dirigente entende que o campo estaria em condições de "receber qualquer jogo internacional".
Gilberto Coimbra refuta, ainda, outra questão e que se prende com os preços dos bilhetes. O presidente não entende as críticas já que os valores em causa "estão dentro dos parâmetros que a Liga permite e são totalmente aceitáveis".
Sobre o jogo dentro das quatro linhas, Gilberto Coimbra está satisfeito pela recepção ao tricampeão nacional no seu reduto e na jornada inaugural. Com "casa cheia", o líder do Tondela confia que o conjunto comandado por Petit tudo fará para que no final haja "uma vitória" ou que pelo menos a equipa beirã "possa pontuar".

Regressar a França. Completamente afastado por Nuno Espírito Santo das opções para a época que sexta vai começar, Aboubakar está a tentar voltar a França, país onde começou a jogar a sério e onde foi mais feliz. No Lorient, marcou 16 golos e o camaronês entende que tem de regressar para se reabilitar de vários meses desgastantes no FC Porto, com pouco tempo de jogo e menos golos ainda. O empresário do jogador está à procura de uma solução que agrade aos dragões, que recentemente o tiveram vendido para a China, mas viram o negócio abortar face à recusa do ponta de lança.
Em França, porém, os clubes que se mostram recetivos a receber o jogador – ontem, o Rennes apareceu na lista de interessados – dificilmente podem pagar os quatro milhões de euros que o FC Porto pagou por 37,5% do passe do jogador ao Lorient, pelo que o processo se vai arrastando. O FC Porto não quer emprestar, por entender que o excedentário pode ajudar a equilibrar as contas se o dianteiro for vendido. Aboubakar também quer sair, mas entende que tem de escolher um espaço que lhe permita voltar aos bons momentos, até porque em janeiro há Taça de África das Nações e o camaronês quer ajudar a seleção de que já é capitão.

14 comentários:

  1. Excluído do pasquim a bola10 de agosto de 2016 às 14:27

    O estádio está em ordem, o relvado também... a dúvida será então: e o pelado também está em ordem?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porquê ? preferem ir jogar no pelado do que no relvado?

      Eliminar
    2. Lol??? acorda para a vida trinca bolotas! raios partam as osgas do Lumiar que nunca percebem nada.

      Eliminar
  2. Se o homem diz que está tudo bem é porque já teve 'luz verde do cientista da relva' que anda a tentar levar o Deportivo San Miguelito do Lumiar a vencer ... algo mais do que o chorudo salário !!!

    ResponderEliminar
  3. Teve luz verde da Liga, minha besta! A tua é a artnis de bem dizer bacoradas, minha porca!
    Também para a me**a de futebol que o Gayfica pratica não é preciso mais porque o resto faz o Conselho de Arbitragem como na supertaça!
    Caladinho eras um poeta... Assim não passas de um excremento! Saudações Leoninas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os lagartos são tão porcos, será a sua futura alcunha, que já nem discutem, Insultam!!!
      À falta de argumentos os jumentos escoiceiam. Os lagartos, futuro porcos, insultam.

      Eliminar
    2. Já nem discutem... insultam... LOOOL diz o roto para o nu....

      e eu não sou anónimo... como as merdas que escrevem aqui

      Eliminar
    3. E tu és tão António Gomes como eu sou Papa Francisco.
      Imbecil!

      Eliminar
  4. Ainda não começou o campeonato e já está como é hábito os ENCORNADOS a influenciar.
    Joguem a bola e não pratiquem natação, que ninguém se aleija.

    ResponderEliminar
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se eu mandar à m**a o anormal da jubléu e o tratar por 'cavalgadura', minha 'reca', 'panasca' e 'escarro' verdoso ... a MINHA resposta passa!?

      Eliminar
  6. Rica caixa de comentários que para aqui vai! Um ótimo cartão de visita para os novos users! Não comecem a moderar os comentários não.

    ResponderEliminar
  7. Agora já percebi o porquê dos bilhetes estarem a 30€ e 45€, é para pagar um novo tapete.. ladrões vão roubar para outro lado

    ResponderEliminar
  8. Lembram-se do Porto Boavista,ou Boavista Porto,já n m lembro ao certo,que o Porto empata,em que o relvado parecia uma lagoa?! O que fez o árbitro?! Siga siga! Com chuva,ou num dia de dilúvio,não dá para durante uma semana se dizer que não se vai a jogo claro!resumindo,deixem-se de ser benfiquista(chorões) e rolem a bola

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...