24 agosto 2016

Óliver já chegou ao Porto para reforçar os dragões; "Ambiente criado pelo presidente do Benfica é desnecessário"

Óliver Torres já está no Porto. Esta quarta-feira, o médio espanhol aterrou no Aeroporto Francisco Sá Carneiro para assinar contrato com o FC Porto.
Depois Pinto da Costa ter confirmado a existência de conversações, foi atingido um acordo entre o Atlético de Madrid e o clube azul e branco, pelo que o jogador de 21 anos, que já representou os dragões em 2014/15, irá cumprir a habitual bateria de exames médicos, ficando apenas por saber quando será oficialmente apresentado.
Óliver era carta fora do baralho para Diego Simeone, depois de, na época passada, ter cumprido 33 jogos com a camisola "colchonera". Tapado por outras opções para o meio-campo no Vicente Calderón, Óliver preferiu regressar ao FC Porto, apesar de também ter surgido interesse de clubes alemães e ingleses.

Reações. Presidente da APAF pede serenidade em redor da arbitragem, deixando críticas à postura de Luís Filipe Vieira após o Benfica-Vitória de Setúbal. 
"O ambiente criado pelo presidente do Benfica é desnecessário e não faz sentido este tipo de exigências”. É desta forma que Luciano Gonçalves, presidente da APAF (Associação Portuguesa de Árbitro de Futebol), comenta as declarações de Luís Filipe Vieira, após a partida com o Vitória de Setúbal, que terminou empatado e que teve arbitragem de Manuel Oliveira.
Recorde-se que o presidente das águias, ainda no camarote do Estádio da Luz terá afirmado: “É uma vergonha. Como é que nomeiam este tipo?".
Perante algumas testemunhas, Vieira terá dito que não queria voltar a ter Manuel Oliveira a apitar jogos do Benfica, recordando a exibição do árbitro na época passada, quando os encarnados receberam o Rio Ave, que acabariam por vencer por 3-1.
Nesta entrevista, Luciano Gonçalves diz entender as críticas aos árbitros, mas considera que as exigências são exageradas nesta altura do campeonato.
"Criticar o árbitro, dizer que ele errou faz parte, é o mundo do futebol. Agora daí a levantar este ambiente de crispação junto dos árbitros e dos dirigentes da arbitragem é completamente errado. O ambiente criado pelo presidente do Benfica é desnecessário. Este é um Conselho de Arbitragem novo, com ideias inovadoras, vamos deixá-los trabalhar porque temos plena confiança nele. De certeza que farão um bom trabalho, este tipo de exigências não faz sentido à segunda jornada", referiu.
Nesta entrevista, o líder da associação de classe, dá o exemplo da nomeação de Tiago Martins, que foi escolhido para o clássico de domingo entre Sporting e FC Porto. Luciano Gonçalves pede que sejam criadas condições para que os jovens árbitros tenham sucesso na sua carreira.
"É o seu primeiro clássico. Faz sentido criarmos condições para que esta nova vaga de árbitros tenha sucesso. Têm de crescer com tranquilidade, tal como os clubes fazem com os seus novos jogadores. Temos uma nova geração de árbitros de qualidade. Em relação ao Sporting-FC Porto, o que peço é que se crie um ambiente tranquilo, sem suspeições", concluiu.

12 comentários:

  1. Se bem me recordo o presidente do benfica disse que só os burros falam de arbitragem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    2. Está a confundir com Pinto da Costa. De nada

      Eliminar
    3. Está a confundir com Pinto da Costa. De nada

      Eliminar
  2. Este Presidente da APAF se tivesse calado...mas falar no SLB=PROTAGONISMO, por isso há que aproveitar...devia estar preocupado pela PÉSSIMA ARBITRAGEM de um árbitro MEDÍOCRE sem categoria para as distritais, em vez de criticar as críticas mais do que reconhecidamente fundadas a uma alimária ignóbil...se não consegue suportar críticas tem bom remédio:DEMITA-SE!!!!!Os jogos são para serem resolvidos pelos jogadores, e não por apaf's corruptos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente é para ser resolvido pelos jogadores. ..o que não tem acontecido nos últimos anos daí o Benfica ser tri corrupto. ..

      Eliminar
    2. Pois o árbitro não presta. Assinalou um penalty inexistente. Calado eras um poeta. Vai-te tratar ENCORNADO

      Eliminar
    3. Realemente, dizer que aquele lance não é penalty e de seguida manda alguém tratar-se. Demasiado bom, só ao nivel de um orangotango com um computador à frente.

      Eliminar
  3. Engano Anónimo das 14, foi o Pinto da fruta, chocolate e leitinho quente que falou.

    ResponderEliminar
  4. Pronto já estalou o verniz. O BURRO ENCORNADO falou da arbitragem.

    ResponderEliminar
  5. Foi mais roubado o Porto,com um penalti aos 5m do que o Benfica! É que nem se quer foi roubado,o problema,é que isto já está de tal maneira instalado,que o Benfica não sendo favorecido,quer dizer que foi roubado!!mas quem é que vocês acham que são?!! Só são mais um clube! Se em Portugal,as pessoas são como as ovelhas,e a maioria gosta sempre da/s mesmas coisas temos pena!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Torna-se penoso ler cada comentário deste gajo. Aparte de só dizer merda, nem escrever sabe. Minha nossa, o quão triste deve ser não ter sequer a 4ª classe...

      Eliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...