09 agosto 2016

50M€ por João Mário; O que falhou no negócio FC Porto/Boly; Talisca já procura clubes para ser...emprestado

O Inter de Milão está determinado em contratar João Mário e mesmo ‘apertado’ pelo fair play financeiro vai voltar à carga com nova proposta pelo internacional português.
Segundo o jornal Record conseguiu apurar, o emblema nerazzurro prepara uma nova oferta pelo médio leonino, a qual deverá ser formalizada nas próximas horas junto da SAD verde e branca, por valores a rondar os 45 milhões de euros, mais cinco milhões por objetivos. Uma oferta que o emblema italiano entende ser o limite do processo de negociação com o Sporting, não estando disposto a ir mais além destes valores.
Segundo o diário, esta nova abordagem dos transalpinos já está dentro das pretensões leoninas, uma vez que Bruno de Carvalho sempre mostrou intransigência em negociar o médio português por valores muito distantes da cláusula de rescisão (60 milhões de euros).
Nesse contexto, a primeira abordagem dos italianos foi 35+5 milhões, a qual foi rejeitada pelos responsáveis leoninos, os quais se mostraram intransigentes em aumentar os valores do negócio.
Uma realidade que, a concretizar-se, permite ao Sporting encaixar 37,5 de euros, uma vez que detêm apenas 75 por cento dos direitos económicos do internacional português. Os restantes 25% pertencem ao fundo de investimento Quality Football Ireland Limited (QFIL).

Exigências de Boly. Volte face total e Boly muito longe do FC Porto, quase irremediavelmente perdido. O francês tinha aceitado um princípio de acordo na última semana, mas, na hora de agilizar o contrato, pediu um salário mensal superior a 100 mil euros líquidos. Ou seja, superior a 1,2 milhões de euros por cada uma das cinco épocas de duração do mesmo, o que implica que o FC Porto gastasse significativamente mais para que a verba pretendida lhe caia limpa na conta bancária, escreve O Jogo. Os dragões têm falado sempre com Meissa N’Diaye, detentor de 30% do passe de Boly. Foi o empresário que comunicou esta surpreendente pretensão do francês. A SAD portista tentou baixar significativamente o valor, mas não houve qualquer cedência de Boly, pelo que o negócio deve ficar sem efeito. Na prática, é o jogador que deita o negócio por água abaixo.
Nesta altura, Nuno Espírito Santo e a SAD já estão a trabalhar em conjunto para encontrar novas soluções, depois da perda de dois centrais nos últimos dias: primeiro Alex, agora Boly. Claro que o jogador pode, entretanto, estar disponível para auferir um salário mais baixo, mas é muito difícil que os dragões aceitem retomar a conversa, agastados que ficaram com este volte face, que impediu até a inscrição na lista que ontem seguiu para a UEFA, de jogadores à disposição para o play-off com o Roma.
Em Braga, a renitência do jogador também não caiu bem, até porque o acordo entre arsenalistas e dragões era total.

Talisca espera saída fora de Inglaterra. O futuro de Talisca continua envolto em alguma indefinição, mas nas últimas horas ganhou força a possibilidade de o brasileiro não dar seguimento à sua carreira em Inglaterra. Pelo menos, para já. Segundo o jornal Record, face às dificuldades na obtenção do visto de trabalho obrigatório para atuar em Inglaterra, o empresário responsável pela intermediação do negócio, Jorge Mendes, já tenta jogar na antecipação e procura no mercado uma solução temporária fora de Terras de Sua Majestade. Na prática, significa isto que o Wolverhampton até poderá, como tudo indica, comprar a totalidade dos direitos económicos do jogador por 25 milhões de euros, mas emprestando-o de seguida a um novo emblema.
Disso mesmo já está a par o próprio Talisca. O canhoto, de 22 anos, tem sido informado de todas as dificuldades para a libertação do seu visto, daí que o seu procurador legal – Jessé Carvalho até está em Lisboa – o tenha alertado para a hipótese de atuar numa liga que não o Championship. No último sábado, Luís Filipe Vieira e Jorge Mendes estiveram em Inglaterra a tentar finalizar a primeira fase do acordo com o dono do Wolves, Guo Guangchang, mas as partes poderão ter de apostar num segundo passo.

6 comentários:

  1. Se o F.C.Porto contratasse o podão do Boly. Eu rasgava imediatamente o meu cartão de sócio.
    Esse emplastro teve influência nos 3 golos do Benfica. Vejam as imagens

    ResponderEliminar
  2. Os sócios do Benfica depois do Roberto e dos 22 M por Jiménez, agora têm o Talisca superstar por 25m...para ser emprestado!😄

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E tu estás preocupado? Porque no teu clube só fazem merda! Adrián, Aboubakar, Imbula, Brahimi, Indi, só para mencionar alguns, grandes estrelas que custaram dezenas de milhões!!
      O Benfica tem dinheiro para comprar, vocês pedem emprestado, compram a crédito e antecipam proveitos!

      Eliminar
    2. o 3o maior devedor ao Bes...Riu à gargalhada!
      Estes anónimos...andam fortíssimos!

      Eliminar
    3. Fdx e preocupação com facto de nem um desempregado conseguires comparar, porque ele pedia 2M de prémio de assinatura, não?
      E com o facto de não chegares acordo com um jogador como o Boly?
      De andarem a namorar o Rafa há meses?

      Que idiota lol, cheio de problemas no "clube" e só pensa no Benfica.
      Há muito fenómeno na Internet, mas no que toca à bartolice, nada nem ninguém te bate

      Eliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...