03 junho 2016

Ação do Benfica contra JJ foi considerada..."inepta"

A petição judicial apresentada pelo Benfica contra Jorge Jesus foi esta sexta-feira considerada "inepta" pela juíza do Tribunal do Barreiro que presidiu à audiência preliminar, avança o Record.
Quer isto dizer que Anabela Gomes Marques, a juíza do processo, apontou para o artigo 193.º do Código do Processo Civil, considerando que faltava ou era "ininteligível a indicação do pedido ou da causa de pedir".
Quer isto dizer que o tribunal considera que faltam elementos que clarifiquem a ação apresentada pelas águias contra o antigo treinador, que é acusado de quebra de contrato e roubo de 'software' antes de se mudar para o rival Sporting, há cerca de um ano. O Benfica pede 14 milhões de euros, "um por cada adepto do clube".
Agora, os advogados do clube da Luz têm 10 dias úteis - duas semanas, portanto - para reformular a petição judicial. Caso a nova argumentação seja aceite pelo tribunal, então avançar-se-á para julgamento, cuja primeira sessão está já marcada para o dia 5 de janeiro.
Caso a juíza considere que a "ineptidão" da petição se mantém, então a petição será declarada nula e o caso nem sequer irá a julgamento. Nesta situação, o Benfica não poderá a voltar a apresentar uma ação pelos mesmos factos.

6 comentários:

  1. Kkk, a nossa justiça é uma vergonha, ontem levamos com a da desportiva no caso slimanu (para fazer rir ou chorar os crédulos), vem agora esta para colocar-nos, ou melhor manter-nos no ranking dos Países mais corruptos do mundo.

    ResponderEliminar
  2. Kkk, a nossa justiça é uma vergonha, ontem levamos com a da desportiva no caso slimanu (para fazer rir ou chorar os crédulos), vem agora esta para colocar-nos, ou melhor manter-nos no ranking dos Países mais corruptos do mundo.

    ResponderEliminar
  3. levamos com a da desportiva no caso slimani (para fazer rir ou chorar os crédulos), vem agora esta para colocar-nos, ou melhor manter-nos no ranking dos Países mais corruptos do mundo.

    ResponderEliminar
  4. isto é para vocês perceberem que a justiça civil é diferente do que a justiça do futebol....ao menos na justiça civil não tem medo de penalizar o boifica!!

    ResponderEliminar
  5. Os advogados dessa meada de clube. São como a ação apresentada. Só que ao invés de inapta. São inaptos.
    Os magistrados não são TONHOS.

    ResponderEliminar
  6. Venfique... A fazer rir desde... Não sei quando... Eles ainda não me esclareceram em relação à data de fundação... E em relação ao número de sócios vivos ... E em relação ao número de campeonatos ganhos por causa de uns campeonatos de Portugal fantasma que foram adicionados à má fila...E em relação às vendas milionárias que rendem quase zero por causa das comissões do Mendes e da Doyen... E em relação à porta 18...É o chamado clube do faz de conta!

    ResponderEliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...