24 fevereiro 2016

Confusão total! Observador diz que foi penalti lance de Jonas mas que ficou por marcar um a favor do P. Ferreira

RecordCélio Ferreira, o observador nomeado para avaliar o árbitro Jorge Ferreira, no P. Ferreira-Benfica, do último sábado, considerou terem existido dois penáltis, um alegadamente cometido por Andrezinho sobre Jonas – assinalado e convertido – e outro que não foi sancionado, quando Bruno Moreira viu cartão amarelo, por supostamente ter simulado uma falta na área, da autoria de Samaris, escreve o Record.
A nota negativa atribuída a Jorge Ferreira baseia-se neste último julgamento feito por Célio Ferreira. O árbitro de Braga foi avaliado com a nota de 2,7, considerada negativa na escala de 1 a 5, exatamente por não ter penalizado a pretensa falta do grego.
Na diretiva distribuída pela Secção de Classificações do Conselho de Arbitragem da FPF, os observadores são instruídos a classificar os desempenhos considerados insatisfatórios com nota situada no intervalo 2,5-2,9, aplicável a "erro grave sem influência no resultado", como o árbitro "assinalar uma grande penalidade indevidamente, não resultando em golo", ou "não assinalar uma grande penalidade". Logo, o lance de Jonas foi considerado penálti bem assinalado.
A classificação dos árbitros vai de 1 a 5, sendo que de 1,0 a 1,9 é considerado "desempenho fraco". Para isto acontecer, basta ser cometido um erro técnico com influência no resultado ou dois erros técnicos sem influência. Considera-se uma nota positiva se for acima de 3,0, mas neste caso não pode haver erros com influência no marcador. Avaliações acima de 4,0 são de "carácter excecional", como se pode ler nas diretivas para observadores.
Jorge Ferreira estava na lista de nomeados para o próximo fim de semana, tendo-lhe sido atribuído o Santa Clara-Mafra. No entanto, foi o próprio árbitro a pedir escusa, de forma a preservar-se depois de toda esta polémica.

19 comentários:

  1. Eu só n consigo perceber como é que, no lance que dá o golo ao paços, ng vê uma possivel falta do jota sobre o andre almeida. naquele jogo assinalaram-se várias do mesmo género mas aquela, que iniciou um desequilíbrio, que deu golo já n se fala. A mim pareceu-me que o jota usou a vantagem de n ter saltado para, com o corpo, desiquilibrar e impedir o andré de cabecear a bola...este estando no ar está em desvantagem neste tipo de ação...foi o que me pareceu pelo menos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depois de uma notícia destas é só isso que não consegues perceber!?

      Doidas, elas anda doidas!

      Doidas, doidas, doidas andam as galinhas

      Eliminar
    2. Não não... Aqui tb se depreende qur:
      Penaltis fora da área, ex-jogadorrs a fazerem penaltis por amor, etc é com o clube das princesas.
      Para além de uma tacinha, que pró.clube das princesas toma proporções bíblicas,já que ganhar é tão raro, sobra uma campeonato que está longe de estar ganho... Lol. No fim vai haver MT choro...
      Sem títulos e com tanta conta a prestar, o pastel de nata vai-se por a milhas.

      Eliminar
    3. Vai-se por a milhas, vai.

      Já diziam isso no princípio do campeonato.

      Entretanto é com cada enrabadela aos galináceos que eles até trocam os olhos.

      Eliminar
    4. Trocas os olhos qdo te enrabam????

      Eliminar
    5. Deixem de coisas. Futebol é futebol. Homem é homem. O jogo é assim. Tecnologia para à frente

      Eliminar
  2. o observador da porta-1824 de fevereiro de 2016 às 10:12

    Penaltys contra o Benfica? Mas quando? Tá tudo maluco ou quê? Isso é que era bom... Estes observadores andam a passar muito pela porta-18. Dá-lhes com cada "branca"...
    Os lances são idênticos, mas para uns marca-se, para outros tinha que se despir a camisola primeiro...
    23 jornadas e zero penaltys contra. E nem assim se chegam à frente...
    O carnide já não carrega. Basta-lhe ser carregado (ao colo). De empurrão é que o clube da gaylinha vai bem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma defesa sem os Maicons e Naldos da vida arrisca-se a n fazer faltas dentro da area. Temos pena.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    3. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      Eliminar
    4. Uma defesa sem Maicons e Naldos mas que é uma via aberta sempre que joga com o Sporting ou com o porto.

      Eliminar
    5. Mas essa defesa de nabos arrisca-se a quê???

      Onde é que andavas no Guimarães-benfica??

      Só nesse foram TRÊS que ficaram por marcar!

      Eliminar
    6. Esses três de q falas foram fora ou dentro da area? C as regras aplicaveis ao lagartal ainda n me entendo.

      Eliminar
  3. A confusão é o Sporting estar em primeiro.

    Isso é que lhes faz muita confusão.

    Mas o sistema não dorme e está tudo a ser tratado com o ressuscitar dos sumaríssimos "a la carte".

    Se o Slimani for o primeiro castigado em não sei quantos anos por um agressão igual a dezenas que já ocorreram neste campeonato (como a cotovelada que o Gelson levou na 2ª feira) teremos a prova cabal de que o campeonato está podre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As dezenas de agressões de q falas devem ser todas do Slimani. O cotovelo dele é ja deve estar podre de tanta agressão q distribuiu...
      Se o Slimani chegar ao fim do campeonato sem ser castigado pelas agressões q alegremente distribui teremos a prova cabal de q o campeonato esta podre!

      Eliminar
    2. Se não tivesses um QI de galinha, talvez percebesses que ninguém discute a justeza do castigo.

      O que se discute é o facto de ser o Slimani ser o único, em vários anos, a ser castigado por recurso a imagens televisivas.

      E para isso não tens resposta.

      Nem tu, nem ninguém.

      Não há nada que justifique isso a não ser, claro, o sistema a bombar no seu melhor.

      Eliminar
    3. Se n tivesses o QI q tens se calhar até terias resposta, e c um pouco mais de QI ainda, talvez percebesses q por tu n teres resposta, isso n significa q os outros n tenham.
      Simplesmente, o Slimani esta acusado de agredir deliberadamente um colega de profissão. As 'dezenas de agressões iguais' n s tão iguais qto isso - Ha jogadas 'duras' e ha ha agressões deliberadas. Se essa diferença te escapa, temos pena... por ti e pelo teu QI.

      Eliminar
    4. Se o teu QI te diz que só houve uma agressão deliberada nos últimos anos no futebol português (como se houvesse agressões não deliberadas ou como fizesse sentido falar aqui em agressões a colegas de outra profissão) então penso que está tudo dito.

      És mais igual aos da tua espécie: burro que nem um esteio.

      Eliminar
    5. N digo q n haja agressões deliberadas P além da do magrebino. Tu leste o q quiseste ler. Agora o argelino, talvez por ter um como o teu, é o único q n sabe como disfarçar a coisa. Como deves aprendido ao longo da tua vida, a estupidez pode sair cara.

      Eliminar

Regras dos comentários

O Fora-de-Jogo mantém um sistema de comentários para estimular a troca de ideias e informações entre seus leitores, além de aprofundar debates sobre assuntos abordados nos artigos.

Este espaço respeita as opiniões dos leitores, independentemente das suas ideias ou divergência das mesmas, no entanto não pode tolerar constantes insultos e ameaças.

Assim o FDJ não aceita (ou apagará) comentários que:

- Contenham cunho racistas, discriminatórios ou ofensivos de qualquer natureza contra pessoas;
- Configurem qualquer outro tipo de crime de acordo com a legislação do país;
- Contenham insultos, agressões, ofensas;
- Contenham links externos;
- Reúnam informações (e-mail, endereço, telefone e outras) de natureza nitidamente pessoais do próprio ou de terceiros;

Não cumpridas essas regras, o FDJ reserva-se o direito de excluir o comentário sem aviso prévio.

Avisos:

- Respeitadas as regras, é livre o debate dos assuntos aqui postados.
- Os comentários são de exclusiva responsabilidade civil e penal de seus autores e/ou “reprodutores”, participantes que reproduzam a matéria de terceiros.
- Ao postarem suas mensagens, os comentadores autorizam o FDJ a reproduzi-los no blog;

Não fique Fora-de-jogo nas suas palavras...